O deputado federal #Jean Wyllys (PSOL-RJ), postou em seu perfil no Facebook uma montagem com as falas do presidente Donald #Trump e de #Bane, vilão de 'Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge', interpretado por Tom Hardy. Na fala, Trump e Bane repetem que estão "devolvendo o poder ao povo".

A comparação foi o suficiente para que muitas pessoas, entre opositores, e até aliados ideológicos de Jean Wyllys, o criticassem por uma série de motivos: a suposta infantilidade de comparar ficção com realidade como uma crítica política, a tentativa exagerada de querer atacar Trump de toda forma ao longo do dia da posse do presidente, a forma como supostamente desrespeita o processo democrático tão defendido pelo parlamentar, entre outras.

Publicidade
Publicidade

A crítica mais recorrente de seus aliados girou em torno da defesa exagerada ao ex-presidente Obama, que foi acusado de espionagem no ano passado. Além disso, também foi citado em um dos comentários que a comparação sugere que a solução estaria na existência de um "Batman" para resolver todos os problemas, algo muito rejeitado pelos eleitores de Jean Wyllys, que consideram toda a visão do filme muito conservadora e cruel aos menos favorecidos e que Bane combina mais com uma visão revolucionária.

"Que feio, Jean. Citando um filme conservador que criticava o terrorismo e o socialismo revolucionário para criticar um político 'alt-right'. Bola fora!", comentou Anthony Toscano, seguidor de Wyllys no Facebook. "Tanta coisa séria para se importar, mas se apegam a uma simples frase. Quanta futilidade.Tomemos cuidado, pois repetir frases de filmes poderá ser considerado crime", comentou Cícero Nery, outro seguidor do deputado na rede social.

Publicidade

"Engraçado o Bane ter sido retratado como um líder jacobino pelo Nolan, um dos diretores mais conservadores de Hollywood. E de jacobinos e revolução a esquerda entende bem... Afinal o mundo utópico deles sem fome e com igualdade foi a primeira experiência do socialismo na Terra", comentou Thiago Bastos, mais um seguidor.

O vídeo postado pelo deputado Jean Wyllys pode ser visto logo abaixo: