Em entrevista, Roberto Veloso, presidente da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), disse que a sociedade estará atenta para a escolha do novo relator dos processos da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Veloso enfatiza que o novo relator terá um grande poder nas mãos, sendo possível até mesmo barrar as investigações da Lava Jato, ele afirma "há risco sim para a Lava Jato".

O novo relator terá duas escolhas, ou continuar as investigações como realizava #Teori Zavascki, morto após a queda de um avião na última quinta-feira (19), ou então prejudicar a Lava Jato, barrando as investigações. Os juízes federais estão atentos a todas as mudanças que podem ocorrer em breve.

Publicidade
Publicidade

Caso o próximo relator não se comprometa com a Lava Jato e tente barrá-la, Veloso afirma que é muito provável que a opinião pública se torne um grande obstáculo para o futuro relator no Supremo. Como a maioria das pessoas da sociedade apoiam as investigações, proibir poderá trazer grandes controvérsias.

O presidente da Ajufe disse que a associação defende que o magistrado seja alguém com carreira para substituir a cadeira do ministro. Teori Zavascki já foi desembargador no Tribunal Regional Federal da 4° região, foi também ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e seguiu para o STF.

Situação preocupante

Muitos senadores que se tornaram réus no Supremo farão parte da votação para a escolha do substituto. Roberto Veloso afirma que não existe nenhuma lei na Constituição Brasileira que possa impedir que senadores influenciem na escolha do novo relator.

Publicidade

Há ainda um apelo popular para que o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo comando das investigações da Lava Jato, se torne o relator da operação no Supremo. Moro ficou conhecido pela forma que conduz as investigações, atingindo nomes poderosos da sociedade. O presidente da Ajufe enfatizou que Moro é alguém culto e gabaritado para o cargo e tem condições de assumir essa vaga.

As delações da empreiteira #Odebrecht ficarão de certa forma, atrasadas. O novo ministro deverá obter todas as informações necessárias para dar andamento, e isso levaria um certo tempo. #Sergio Moro