O líder do PMDB no #Senado Federal, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), articula com base governista e oposição a indicação do novo presidente da Casa e os membros da Mesa Diretora que irão assumir em fevereiro, quando os parlamentares voltam do recesso. A eleição para substituir Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência do Senado está marcada para o dia 2 de fevereiro.

Segundo informações do Congresso em Foco, Eunício Oliveira já vem articulando essa estratégia desde maio, quando a presidente Dilma foi afastada do cargo. A proposta do peemedebista é que ele seja o único candidato à presidência do Senado e que os outros partidos, incluindo PT e PDT, siglas de oposição, tenham cadeiras na Mesa Diretora proporcionais aos tamanhos de suas bancadas.

Publicidade
Publicidade

Até o momento, faltando menos de um mês para a eleição, nenhum nome da oposição lançou candidatura.

PT

O Partido dos Trabalhadores estuda apoiar a candidatura de Eunício se tiver direito a um cargo relevante na Mesa Diretora ou a 1ª vice-presidência, que atualmente já é ocupada pelo petista Jorge Viana (AC). O senador do Acre foi o mesmo que não aceitou ocupar a cadeira de Renan Calheiros quando o mesmo foi afastado da presidência do Senado. #Dentro da política