Durante o 33º Congresso Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE), realizado em Brasília, na quinta-feira (12), o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva teve a oportunidade de discursar em público. Durante o encontro de sindicalistas, Lula aproveitou para fazer duras críticas ao atual presidente da República Michel Temer (PMDB).

Os ataques verbais ao atual governo resultaram em um protesto de aproximadamente 50 pessoas contra o ex-presidente Lula. "Ele não representa mais os trabalhadores, todos os políticos são corruptos", afirmou um dos manifestantes. Outra afirmou que as ações do governo #PT apenas favorecerem banqueiros e "barões de ensino".

Publicidade
Publicidade

O grupo de protestantes foi obrigado a se retirar do evento a fim de não causar mais confusões.

Em seu discurso, Lula havia comentado que a atual situações dos presidiários brasileiros deve-se ao governo Temer. O ex-presidente comentou que os atuais problemas da crise carcerária ocorrem pelo fato de que os presos não tiveram oportunidades de educação quando eram mais novos.

Um exemplo dado por Lula é de um preso que atualmente tem 25 anos de idade. "Por que ele não teve oportunidades quando tinha 8 anos?", ele perguntou retoricamente, afirmando ainda que se quando mais jovem o atualmente presidiário tivesse mais oportunidades de estudo e emprego, ele estaria em outra situação no momento.

Uma análise pouco aprofundada, porém, revela que o ex-presidente equivocou-se ao exemplificar esse jovem em seu discurso e acabou criticando o seu próprio governo.

Publicidade

Uma vez que o presidiário que tem 25 anos de idade hoje, tinha 10 anos quando ele assumiu o governo pela primeira vez. Lula foi reeleito quando o garoto teria 14 anos e aos 18, presenciou a eleição que pôs Dilma Rousseff no poder, onde permaneceu até seu impeachment em 2016, quando o rapaz faria 24 anos.

O atual presidente Michel Temer assumiu a presidência apenas recentemente, enquanto que durante quase todo o período de infância e adolescência do rapaz exemplificado, os governantes foram do #Partido dos Trabalhadores.