Relator da #Lava Jato, ministro do #STF Teori Zavascki morre aos 68 anos em um acidente de avião. A morte foi confirmada pelo filho do ministro nas redes sociais na tarde desta quinta-feira, 19. Teori atuava na suprema corte desde 2012 e tinha 3 filhos.

A tragédia gerou grande impacto no meio político, jurídico e empresarial. Logo após a confirmação da morte, autoridades, políticos e empresários repercutiram a tragédia. O presidente da República Michel Temer se pronunciou decretando luto de 3 dias e, com poucas palavras, disse que o ministro era ‘’um homem de bem’’ e ‘’orgulho para os brasileiros’’.

Conspiração?

Como se não bastasse o trágico acidente, nas redes sociais pessoas especularam que o acidente do ministro, na verdade, foi pura conspiração, e que deve ser investigado minuciosamente.

Publicidade
Publicidade

O delegado Márcio Anselmo chegou a publicar uma mensagem nas redes sociais levantando suspeitas sobre o acidente do ministro. "Agora, logo na véspera da homologação da colaboração premiada da Odebrecht? Esse ‘acidente’ deve ser investigado a fundo. Sinceramente, se essa notícia se confirmar, é o prenúncio do fim de uma era!’’, disse.

A advogada Janaína Paschoal também se manifestou nas redes sociais, dizendo: "Tem de investigar a queda do avião, sim! Queremos investigação transparente, feita por equipe formada por membros de vários órgãos’’.

Teori estava analisando a delação contra a Odebrecht e era responsável pela homologação da delação; ele estava de férias desde o recesso do judiciário, mas voltaria a trabalhar nessa semana.

Carreira

#Teori Zavascki se tornou ministro em 2012 por indicação da ex-presidenta Dilma Rousseff, ele teve o nome aprovado no senado com 54 votos a 4.

Publicidade

Especializado em direito tributário, foi indicado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para o Superior Tribunal de Justiça, mas foi nomeado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a corte superior em 2003.

Ingressou na carreira em 1971, em Porto Alegre, como advogado concursado do Banco Central e atuou por lá durante sete anos. Nos anos 80, se transferiu para a superintendência jurídica do Banco Meridional do Brasil.

Acidente

O avião saiu de São Paulo e foi encontrado em Paraty (RJ). De acordo com a força aérea, quatro pessoas estavam a bordo, a policia militar e os bombeiros disponibilizaram lanchas para auxiliar na busca e resgate; a marinha relata ter sido informada sobre o acidente às 13h45. O avião saiu de São Paulo às 13h01, e caiu próximo a ilha rasa, em Paraty, a 2 km da pista de pouso.