A Operação Lava-Jato é comandada em primeira instância pelo juiz Sérgio Moro, a partir da décima terceira Vara Criminal da Justiça Federal de Curitiba no estado do Paraná. É considerada a maior operação de combate à corrupção no Brasil, atualmente, com dezenas de empresários, empreiteiros, políticos e doleiros presos, responsáveis por desvios bilionários dos cofres da maior empresa estatal brasileira; a Petrobras. Com o aprofundamento das investigações por parte da força-tarefa da Lava-Jato, o "cerco se fecha", principalmente em relação a políticos, muitos dos quais através de mega esquemas de distribuição de propinas oriundas de empreiteiras envolvidas no chamado "petrolão". Dentre os presos politicos envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras, encontram-se, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, o ex-ministro do governo Lula, José Dirceu e ainda, o ex-ministro de Lula e Dilma, Antônio Palocci.

Publicidade

Pesquisa para 2018

De acordo com uma pesquisa voltada para as #Eleições de 2018, através de uma sondagem realizada pela newsletter Relatório Reservado, em capitais como: Rio, São Paulo e Salvador, 71% dos brasileiros acreditam que o ex-presidente Lula será preso neste ano de 2017 ou mesmo no próximo ano. Aproximadamente 418 eleitores foram entrevistados e cravaram essa situação, de acordo com suas respostas. Ainda segundo a enquete realizada entre os dias 18 e 29 de dezembro, o ex-presidente é culpado por todos os crimes pelos quais lhe são imputados. É o que revela a opinião de 58% dos entrevistados. Já os que acreditam que Lula seja vítima de um complô, são apenas 21% dos brasileiros entrevistados. O ex-presidente Lula é acusado de crimes que o envolvem diretamente ao esquema de distribuição de propinas dos cofres públicos, principalmente que tiveram origem na Petrobras. Ele é réu por crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Lula já foi delatado por diversos empresários que pertenciam ao esquema de desvios de dinheiro, como o empreiteiro Marcelo Odebrecht, que firmou recentemente. um acordo de colaboração premiada com a força-tarefa da Operação Lava-Jato. #SérgioMoro #Lava Jato