O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki faleceu após um aciente aéreo na região de Paraty, litoral do Rio de Janeiro, na última quinta-feira (19). Zavascki foi um dos ministros que compõem a Suprema Corte indicados por Dilma Rousseff. Algumas de suas decisões ganharam grande repercussão. Como último ato, ele deixou para homologação do STF centenas de delações de funcionários da Odebrecht e outros empreiteiros.

Eduardo Cunha

Foi Teori o responsável por afastar Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato de deputado federal, e, por consequência, da presidência da Câmara. Foi essa liminar que abriu caminho para que o peemedebista acabasse cassado e posteriormente preso.

Publicidade
Publicidade

Prisão em segunda instância

Teori foi o autor da proposta aprovada pelo STF em que agora é possível realizar a prisão após condenação em segunda instância.

Essa decisão é considerada um marco do Direito brasileiro, pois determina que é legal a prisão sem que todos os recursos legais da defesa sejam esgotados. Muitos que acreditam na prisão de Lula acham que será por essa nova interpretação do STF o caminho para prender o ex-presidente. #Dentro da política