O senador #Humberto Costa do Partidos dos Trabalhadores (#PT) foi encontrado em uma livraria em Paço Alfândega, na capital Recife. Segundo a versão do parlamentar, postada na rede social Facebook, ele teria sido alvo de injúrias. O caso ocorreu no sábado dia 31, véspera do início de um novo ano.

Imagens de segurança da livraria flagraram dois homens trocando socos e pontapés no local, eles acabaram brigando no chão. O senador contou que o homem com quem se confrontou era uma pessoa totalmente "descompensada", ele avaliou que naquela situação ele teria que reagir para preservar sua integridade física, afirmando que foi o homem que deu início para a briga.

Publicidade
Publicidade

O senador Humberto Costa citou que o motivo que desencadeou a briga foi de caráter político. No Facebook, ele citou que isso é um ataque a democracia do Brasil enfatizando vai contra ao momento de confraternização universal se referindo a data do incidente ser em tempos festivos. Humberto Costa estava consultando livros na livraria Cultura, quando, segundo ele, foi alvo de ataques verbais, impropérios seguidos do ataque físico. Ele disse que está prestando queixa para a Polícia Civil que irá analisar as imagens obtidas através da livraria. No momento dos ataques outros clientes da livraria testemunharam as cenas.

Polícia

O senador se dirigiu até a Central de Flagrantes e também ao Instituto Médico Legal (IML) para realizar os exames de corpo e delito. O boletim de ocorrência foi registrado, ele também foi encaminhado para fazer um exame traumatológico pois estava com sua camisa rasgada e tinha um arranhão na testa.

Publicidade

As informações foram passadas pela delegada Claudia Valadares.

Um vídeo vazou no aplicativo de mensagens WhatsApp mostrando o momento da agressão, Humberto Costa é o homem que está com uma camisa laranja. A livraria Cultura foi procurada para informações, mas não foi possível obter contato.

O vídeo curto, de apenas 4 segundos mostra a cena de agressão entre o senador Humberto Costa e o outro homem acusado de injúria.

#Crime