#Silas Malafaia é pastor do ministério Vitória em Cristo, tem grande influência entre os evangélicos, é militante ativo em causas políticas de direita e costuma gravar vídeos abordando diversos temas, que incluem orientações políticas para o seu público. Ele também destaca que se sente seguro quanto ao caráter de Jair Bolsonaro, fato que reforça sua decisão em declarar apoio ao deputado caso torne-se candidato à presidência em 2018.

O renomado líder evangélico afirma que dá credibilidade ao #bolsonaro, tendo em conta que ele nunca se envolveu em esquemas de corrupção desde que tornou-se político. Malafaia inclusive fez declarações em seu Twitter salientando que Bolsonaro é o político ideal para ser presidente.

Publicidade
Publicidade

Verifica-se que o deputado federal já mantem contato com Silas, a finalidade é fazer uma aliança para uma eventual candidatura de Bolsonaro como presidente em 2018. Assim é possível perceber a inclinação do pastor em fazer parceria com Jair.

De acordo com o deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), que está ligado ao pastor, existe uma real possibilidade de parceria entre ambos, sem contar que o apoio de evangélicos facilitará a candidatura política de Bolsonaro. Levando em consideração que pelas avaliações de Sóstenes foi formada uma aliança com quatro forças evangélicas para potencializar a Bancada da Bíblia em Brasília, com 92 deputados participando do grupo, tendo a participação de diferentes líderes religiosos, ele afirma que a união das lideranças religiosas forma 70% do segmento evangélico, o que corresponde ao número de 20% a 25% dos eleitores, fato relevante no momento das eleições presidenciais.

Publicidade

Entretanto, segundo Sóstenes, o que poderia impedir o apoio do pastor é a entrada do senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), que tem demonstrado interesse em se candidatar ao cargo de presidente do Brasil em 2018, todavia não decidiu se realmente irá concorrer. Silas apoiaria Bolsonaro, mas não exclui a possibilidade de apoiar Ronaldo Caiado.

Ante o exposto, é pertinente perceber a tendência do líder religioso em apoiar Jair. Nota-se que o apoio poderia trazer grande relevância para Bolsonaro, pois de acordo com Sóstenes, Silas poderia influenciar pessoas que fazem parte do segmento evangélico.