Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), a ministra Cármem Lúcia homologou #Delação premiada da construtora Odebretch, nesta segunda-feira (31), e manteve os nomes dos citados nas 77 delações realizadas em sigilo. Acredita-se que há cerca de 200 envolvidos.

Horas depois da homologação da ministra, uma suposta lista com os nomes passou a circular nas redes sociais. Impressa em uma folha branca, a lista traz mais de 100 nomes. Em um primeiro momento, chama a atenção pelo mau gosto estético.

Em um segundo momento, ao olhar os nomes, o que chama a atenção e mostra que a lista é falsa é o fato de estar nela o nome do atual prefeito da cidade de São Paulo, João Dória.

Publicidade
Publicidade

Para quem fez a lista e começou a espalhá-la pela internet, o prefeito da maior cidade do país chama-se “João Dórea”. Algo simples, mas que mostra que a lista divulgada carece de credibilidade.

Outros fatos chamam a atenção: há citações a apelidos e não nomes dos envolvidos. O Angorá citado na suposta lista, por exemplo, é Moreira Franco. A essa altura, todos os envolvidos no esquema da Odebrecht já têm seus nomes conhecidos.

Lista verdadeira

O ministro que assumirá o lugar de Teori Zavascki, delator da Lava Jato no STF que morreu em um acidente de avião dias atrás, poderá ou não divulgar os nomes dos envolvidos. A sociedade pede que os nomes dos envolvidos sejam divulgados, até porque isso evitaria novas informações falsas e divulgação de supostas listas que qualquer um, à frente de um computador, pode fazer, imprimir, tirar uma foto e divulgar na internet.

Publicidade

Nomes

A suposta lista que circula nas redes sociais traz nomes como o do presidente Michel Temer (PMDB), do governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) e do ministro de relações exteriores José Serra.

Pelo que já foi divulgado pela imprensa, o nome dos três deve estar mesmo na lista de delações. Assim como os do ex-presidente Lula e da ex-presidente Dilma Rousseff. A suposta lista divulgada não traz o nome de nenhum dos dois.

Além deles, a lista que circula pelas redes sociais tem nomes como Edir Macedo, Marcelo Crivella, Fábio Lulinha, Ney Leprevost, Luis Fernando Pezão, Aécio Neves, Celso Russomano.

O melhor, diante de tudo, é aguardar a divulgação oficial do STF e torcer para que ela aconteça.

#Lista Odebretch #lista da delação