A denúncia recente contra o ex-secretário do governo, Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), abalou a gestão do presidente do Brasil. Entretanto, assessores de confiança de Geddel continuaram na secretaria mesmo com a saída do deputado no mês de dezembro. Desta forma, Geddel apresentava ainda uma forte influência no governo. O presidente terá que fazer rápidas mudanças a fim de evitar mais escândalos em seu governo.

Imbassahy será um dos novos secretários do governo Temer

Imbassahy (PSDB-BA) é quem vai exercer o cargo de secretario do governo. Ele tomará posse em meados de fevereiro. Ele pediu ao presidente Temer que tirasse todos os assessores do antigo secretário que ainda estão trabalhando.

Publicidade
Publicidade

Os deputados do partido de Geddel (PMDB-BA) fizeram um apelo ao presidente: que deixasse a equipe de assessores em exercício. O presidente declarou que vai fazer uma “limpa” dentro da secretaria ainda neste mês de janeiro.

Pessoas que auxiliam o PMDB-BA afirmaram que Ivany dos Santos, e Carlos Henrique Sobral já estão sabendo quais serão as mudanças que serão feitas pelo presidente Michel Temer. Ivany é quem comanda a pasta e Carlos Sobral comanda o gabinete.

Os auxiliares de Imbassahy fizeram ameaças caso não seja cumprida a promessa de fazer a "limpeza" de assessores do ex-secretário Geddel. Disseram ainda que quando o deputado assumir o cargo, vai demitir todos os assessores do deputado Geddel.

Geddel e Cunha são acusados de facilitar crédito da Caixa por propina

A Polícia Federal afirma que o ex-secretário Geddel (PMDB-BA) estava colaborando em um esquema envolvendo o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que se encontra preso.

Publicidade

De acordo com as investigações, Geddel estava facilitando empréstimos da Caixa Econômica Federal para empresas. Nesta sexta- feira (13), a PF levou o ex-secretário para depor sobre um esquema corrupto dentro da Caixa Econômica Federal, crime pelo qual está sendo investigado. Entre as acusações está a de que Geddel e Eduardo Cunha passavam para as empresas grandes informações. #Política