O presidente brasileiro planeja lançar propostas de cooperação que envolvam Brasil e EUA, e o principal acordo que poderá ser tratado é a negociação que autorizaria empresas americanas a contratarem um serviço que lançaria satélites diretamente da base militar de Alcântara no Maranhão.

O objetivo principal seria gerar recursos para retomar o programa espacial brasileiro, sem contar que um acordo econômico com os EUA poderia trazer benefícios financeiros indiretos para o Brasil.

O governo brasileiro acredita que iniciar uma cooperação com o país norte-americano é fundamental para retomar programas espaciais.

Destaca-se que o protecionismo do governo Trump não prejudicará o Brasil, haja vista que o país exporta poucos manufaturados para os Estados Unidos, logo não há imposições de barreiras concretas contra o mercado nacional.

Publicidade
Publicidade

Nesse sentido, o governo #Temer almeja estimular investimento estadunidense por meio de uma proposta que apresente uma agenda de resultados econômicos. A área que o governo brasileiro pretende ressaltar é a reativação da base de lançamentos de foguetes em Alcântara no Maranhão.

O projeto, inicialmente, surgiu no governo de FHC em 2011, sendo a proposta barrada por partidos da oposição. Todavia, o cenário político atual é outro, tendo em conta que Temer poderá apresentar uma nova versão de texto e, além disso, encontrar mais apoio dos parlamentares para que a proposta prossiga.

Polêmica envolvendo o projeto

Matias Spektor, colunista e analista político do site Folha UOL acredita que a negociação de Temer e #Trump tenderá a gerar debate intenso nas redes sociais e demais meios de comunicação, pois o assunto, desde quando foi tratado no governo FHC, trouxe bastante polêmica, que incluía críticas por meio da oposição, que classificava o acordo como "entreguista" e "lesa-pátria".

Publicidade

Assim, diante de prováveis polêmicas, o Brasil inicia a primeira negociação com o governo de Trump, que demandará do governo brasileiro competências e habilidades necessárias para a concretização de parceria.