O discurso que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez no velório da ex-primeira-dama dona Marisa Letícia, no sábado (4), continua repercutindo. Em um dos trechos, #Lula acusa a #direita de querer acabar com o Partido dos Trabalhadores.

“Marisa e outras companheiras venderam bandeiras, camisetas, para construir um partido que a direita quer destruir”, desabafou Lula, cercado por amigos e simpatizantes que se solidarizaram pela morte de dona Marisa, causada por um acidente vascular cerebral (AVC).

Inimigos

O ex-presidente Lula costuma apontar a direita e o juiz federal Sérgio Moro, que julga os casos da Operação Lava Jato em primeira instância, como seus inimigos e do Partido dos Trabalhadores.

Publicidade
Publicidade

A militância petista também segue a mesma linha adotada por Lula e ataca qualquer um que se oponha ao PT e ao ex-presidente. Durante o velório, dá para ouvir críticas a Sérgio Moro, que foi chamado de “bandido” por um dos presentes.

Lula foi bastante criticado nas redes sociais por usar o velório de dona Marisa Letícia para discursar. Alguns o acusaram de fazer política em meio a um momento particular de dor.

Destruição do PT

A destruição do Partido dos Trabalhadores foi iniciada pelos próprios petistas com envolvimentos em casos como o Mensalão, ainda no primeiro governo Lula, e toda a corrupção envolvendo a Petrobrás, no governo de Dilma Roussef.

O próprio PT se sabotou ao se envolver com tantas situações ilícitas nos últimos anos. Para quem não se lembra, quando Lula chegou ao poder, em 2003, havia a esperança de ele e seu partido fossem diferentes de tudo que já havia sido visto.

Publicidade

O que a população foi um governo populista que, de fato, fez coisas positivas para os brasileiros mais pobres e também para os mais ricos. "Banqueiro não tinha porque estar contra o governo, porque os bancos ganharam dinheiro”, disse Lula em 2006.

E você, caro leitor, acha que a direita quer destruir o Partido dos Trabalhadores? Deixe a sua opinião nos comentários e compartilhe esta reportagem nas redes sociais. #Luiz Inácio Lula da Silva