Na última segunda-feira, 20, o deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ) postou um vídeo em sua página no Facebook comentando sobre a legalização das #drogas. Criticando fervorosamente os defensores da legalização, Bolsonaro chama o ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso de "Princesa Isabel da Maconha".

O ex-presidente já deixou claro em entrevistas sua posição e afirma que colocar o usuário dentro da cadeia apenas dificultará o tratamento e que a prisão dará mais acesso para outras drogas. Bolsonaro também defendeu outras maneiras de combater o tráfico, atacando os paraísos fiscais. De acordo com ele, a produção e o preço das drogas não diminuíram ao mesmo tempo em que aumentou a variedade delas.

Publicidade
Publicidade

Para Bolsonaro, a solução proposta por Fernando Henrique não faz sentido e salienta sobre a preocupação familiar de um filho se perder no mundo das drogas, além de ter acesso às outras drogas através da maconha. "Isso é um absurdo. Pergunta para um pai se ele não tem uma preocupação enorme de um filho se entregar nesse mundo das drogas. A grande maioria não retorna mais, se acabou aquela família. Se legalizar fosse a solução, prezado #FHC, vamos legalizar a corrupção também. Salvaria muita gente do teu partido, tá ok?", finalizou Bolsonaro.

Nos comentários, os eleitores dividiram opiniões e debateram entre si sobre qual seria a melhor solução, levantando questões de segurança, saúde e sobre o sucesso ou fracasso das experiências de legalização das drogas em outros países ao redor do mundo.

Publicidade

Confira alguns comentários

"Certo que o FHC fez um trabalho excelente para a economia do Brasil quando criou o Plano Real, mas venhamos e convenhamos meu caro FHC, legalizar drogas é um absurdo sem precedentes que só quem conhece a fundo essa desgraça são os pais, parentes e amigos de pessoas que estão nesse caminho sem volta", comentou Jair Alencar.

"O Brasil não tem nem lei pra punir com rigor quem bebe, pega um carro e mata, imagina se liberar maconha e cocaína. Na minha opinião FHC quer ter todos drogados na mão dele e tem pessoas que ainda não perceberam", comentou Luiz Silva.

"Querem equiparar a situação da discussão de liberação de drogas dos países de primeiro mundo. Ridículo, lá tem toda uma estrutura para chegarem a este nível, imagina o SUS, falido tratando este potencial paciente", comentou Alex Sander.

Assista ao vídeo:

#Jair Bolsonaro