Depois de ter ficado em segundo lugar na pesquisa espontânea realizada pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) e ter crescido significativamente nas pesquisas, o deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ) foi notícia nos principais veículos de comunicação do país, na maior partes deles apontando o resultado como uma surpresa e, para alguns, também como uma ameaça.

Publicidade

Na tarde desta quarta-feira, 15, um dos editores da página do Catraca Livre expôs sua opinião sobre o resultado da pesquisa, alegando que o resultado expressivo e positivo de Bolsonaro representava o desprezo pelos direitos humanos por parte da população que o apoiava..

Publicidade

Diante de tal publicação, a página recebeu duras críticas, que giravam em torno de questões como a suposta parcialidade da equipe editorial em ignorar as acusações que têm sido feitas contra Lula para colocar apenas #bolsonaro como o único risco para o país nas eleições de 2018, sem nem ao menos ter sido acusado de algum crime, além de, segundo alguns comentários, "ser o único que se preocupa com assuntos que de fato atingem diretamente a vida do brasileiro, como a situação calamitosa da segurança pública".

"É um resultado preocupante. Afinal, o deputado não esconde saudades do regime militar, reverenciou publicamente um torturador, mostrou desprezo pelos direitos das mulheres e ofendeu a comunidade LGBT", assim comentou o editor do site.

Confira alguns comentários:

"Quando o Lula aparece na frente nas pesquisas vocês não ficam tão preocupados né seu bando de hipócritas? O Brasil está desse jeito por causa de gente que pensam como vocês!", comentou Antonio Modesto.

"Muito mimimi Catraca! Para o futuro das nossas crianças, não faz diferença não? Ele é radical, SIM, mas será que já não passou dá hora de alguém colocar ordem nessa bagunça politica? Vamos ver o trabalho do cara!! Meu voto é nele, aceitem!! 'Melhor JAIR se acostumando", comentou Erica Vitória..

Publicidade

"Tá foda em Catraca. Esta ampla parcela valoriza os direitos humanos para pessoas de bem, pais de família que trabalham e dão duro para sustentar seus filhos ou mães que se desdobram para lhes educar corretamente, aí sim valorizamos os direitos humanos, agora contra ladrões, estupradores e assassinos não fazemos a mínima questão, muito pelo contrário", comentou Rodrigo Salles.

Confira a postagem do site abaixo:

#Eleições 2018 #Catraca Live