O cantor #Amado Batista deu entrevista à Rádio Cultura AM de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, nos últimos dias. Durante a conversa, em um comentário sobre política, praticamente declarou o seu voto em #Jair Bolsonaro (PSC) para as eleições presidenciais de 2018. O cantor goiano se junta a outros famosos que declaram apoio a Bolsonaro.

“Um abraço para todo mundo, para a população brasileira, e sei que a maioria pensa como eu: nós estamos precisando de um presidente de pulso firme, que seja democrático, mas que seja firme e para isso a gente tem que votar em caras que realmente tem credibilidade, que seja como nós, um Jair Bolsonaro, por exemplo”, afirmou Amado Batista.

Publicidade
Publicidade

Jair Bolsonaro é deputado federal e, em breve, deve mudar do Partido Social Cristão (PSC) para, provavelmente, o Partido da República (PR). Ele é um dos virtuais candidatos à Presidência da República nas eleições do ano que vem.

“Mas não pode votar só nele não, tem que votar em que apoia ele, porque se não, não tem como o cara governar. Mas é um cara que tem pulso firme e que é democrático, você não vê nada... tenho certeza absoluta que é um cara que não tem corrupção nenhuma ali com ele”, disparou o cantor de 65 anos.

Jair Bolsonaro já havia dado declaração parecida em relação aos votos para os cargos de deputado federal e senador nas eleições de 2018. “Quem for votar em mim, que vote em legisladores que tem perfil semelhante ao meu”, declarou o deputado federal, em entrevista ao programa “Pânico”, na Rádio Jovem Pan.

Amado Batista

Nascido em Goiás, em 1951, Amado Batista teve uma infância pobre e passou por muitas dificuldades até alcançar o estrelato e ser um dos cantores mais respeitados da música brasileira

A carreira foi iniciada em 1975, e desde então o cantor vendeu mais de 25 milhões de discos.

Publicidade

Sem dúvida nenhuma é um grande apoio a Jair Bolsonaro, que agradeceu pelo Facebook.

“Meus cumprimentos a Amado Batista por mais uma corajosa entrevista”, agradeceu Bolsonaro em sua página oficial na rede social.

#Eleições 2018