O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), esteve de frente ao juiz Sérgio Moro para prestar esclarecimentos sobre uma das acusações em que é réu na Lava Jato nesta terça-feira (7). Durante sua fala, o peemedebista afirmou que Michel Temer esteve, em 2007, na reunião do partido em que se discutiu as indicações do PMDB para a diretoria da Petrobras.

Eduardo Cunha afirmou com todas as letras que Michel Temer esteve nessa reunião. O ex-deputado ainda citou o nome de outra importante figura que esteve na reunião: Henrique Alves, que é ex-ministro do Turismo.

Durante seu depoimento por escrito a Sérgio Moro, Michel Temer afirmou que "não houve essa reunião.

Publicidade
Publicidade

Cunha retrucou a afirmação de Temer e declarou que Michel estava "equivocado".

Segundo Cunha: "Ele (Temer) participou sim da reunião e foi ele que comunicou a todos nós o que tinha acontecido na reunião". O ex-deputado ainda afirmou que Michel Temer esteve na reunião junto com Walfrido Mares Guias. Ele também afirmou que eram feitas reuniões semanais entre o alto escalão do PMDB e Temer porque "tudo era reportado". #Dentro da política