O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) está enfrentando um processo no Conselho de Ética da Câmara Federal por causa da cuspida que o deputado deu na direção do também deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Jean pode ter seu mandato suspenso. E dentro desse trâmite, existem alguns políticos que demonstraram apoio a cada lado. Os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) se declararam contra a suspensão do mandato do deputado.

#Jean Wyllys se manifestou em sua rede social para falar sobre o apoio dos ex-presidentes. Ele agradeceu aos dois e deixou claro que apesar das diferenças políticas e ideológicas entre eles, todos os dois fizeram história no Brasil.

Publicidade
Publicidade

“São duas lideranças importantíssimas na história do Brasil, com posições políticas e ideológicas muito diferentes, mas que concordaram no repúdio à perseguição homofóbica e antidemocrática contra mim, orquestrada pelos aliados do presidiário Eduardo Cunha. Obrigado, Dilma! Obrigado, Fernando Henrique! A solidariedade de vocês me enche de orgulho”, escreveu o deputado federal em sua rede social.

O deputado disse também que nessas últimas semanas tem recebido diversas mensagens de apoio de pessoas de diferentes identidades políticas e sociais, e que isso o está comovendo muito.

No fim de tarde desta segunda-feira (6), ocorreu um protesto no Clube Municipal da Tijuca, na Zona Norte do Rio de Janeiro, contra a suspensão do mandato do deputado federal. Uma carta de Fernando Henrique Cardoso e um vídeo de Dilma seriam apresentados no evento.

Publicidade

O evento foi divulgado no Facebook e 2 mil pessoas confirmaram presença, mas não foram divulgados quantos de fato compareceram, e 5 mil pessoas marcaram a opção de "tenho interesse", que é uma ferramenta no Facebook para acompanhar as publicações do evento sem confirmar a presença.

O deputado estadual do Rio de Janeiro e colega de partido de Jean, Marcelo Freixo (PSOL), estava presente, ao lado do ator Wagner Moura. A fundadora do partido do PSOL, Luciana Genro, também estava presente. #bolsonaro #Política