A Confederação Nacional dos Transportes (CNT) divulgou pesquisa de intenção de votos para as eleições presidenciais de 2018, nesta quarta-feira (15), e o resultado mostra um salto da candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC).

Dos 6% alcançados na última pesquisa Datafolha, divulgada em dezembro do ano passado, o parlamentar saltou para 11,3% dos votos na pesquisa CNT/DMA e alcançou a terceira posição, ultrapassando Aécio Neves (PSDB), que foi escolhido por 10,1% dos entrevistados.

Bolsonaro está colado em Marina Silva (Rede), que soma 11,8% da intenção de votos. A liderança pertence a Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), com 30,5% de citações.

Publicidade
Publicidade

Repercussão

A pesquisa, obviamente, repercutiu nas redes sociais. No Twitter, a hashtag “Bolsonaro” liderou o trending topics durante boa parte do dia. Entre os comentários, porém, havia críticas e um certo medo do avanço da candidatura do deputado federal.

Este internauta, por exemplo, postou que votaria em Lula se a disputa do segundo turno fosse entre o candidato petista e #Jair Bolsonaro.

Já para este, os eleitores de Bolsonaro são pirralhos que não poderão votar em 2018 por não terem idade. Mas a pesquisa só leva em conta pessoas que tenham idade para ir às urnas no ano que vem.

Os críticos de Bolsonaro costumam dizer que ele não respeita opiniões contrárias e prega o ódio contra gays, não-cristãos e feministas.

Publicidade

Pesquisa

A pesquisa CTN/MDA foi realizada neste início de fevereiro, entre os dias 8 e 11. O instituto ouviu 2.002 pessoas em 138 cidades de 25 estados, nas regiões Sul, Sudeste, Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O nível de confiança da pesquisa é de 95% e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

O resultado da pesquisa foi bastante comentado em redes sociais. Daqui para o final do ano, ainda serão realizadas outras pesquisas CNT/MDA, além de pesquisas do Ibope, Datafolha e Paraná Pesquisas. Com elas é possível saber o que os brasileiros estão esperando e pensando a respeito do próximo pleito presidencial em 2018. Falta apenas um ano e oito meses para a disputa. #Eleições 2018 #pesquisa CNT MDA