O contexto político-econômico do Brasil se encontra em plena efervescência e não está sendo caracterizado por condições de prosperidade ou crescimento. É isto pelo menos o que pensa Mauro Rubem, atual presidente da CUT – Central Única dos Trabalhadores do Estado de Goiás, que se manifestou dizendo que a mínima possibilidade do ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva retornar ao poder em 2018, faz com que os “golpistas” acelerem o que Rubem chama de pacotes de maldades, cujo único de objetivo de fato é ter êxito em incriminar Lula. Tudo isso porque, de acordo com as pesquisas que estão sendo realizadas por diversos institutos em várias partes do país, dão como certa a vitória de Lula para corrida presidencial em 2018, por exemplo, segundo a pesquisa do instituto MDA solicitada pela CNT - Confederação Nacional do Transporte, Lula sem dúvida alguma, se apresenta como o candidato com mais chances de ganhar a disputa para o próximo ano.

Publicidade
Publicidade

Tanto é assim, que na entrevista que Mauro Rubem concedeu ao canal de notícias internacional da Rússia, Sputnik, o mesmo diz com todas as letras que “a grande preocupação para poder dar uma sobrevida ao golpe é tirar o Lula de cena”; entretanto, o que está acontecendo no cenário nacional é a adoção de ações escusas que “não provam nada”, que são “manipuladas” e “politiqueiras” contra a figura do pernambucano que foi o presidente do Brasil em dois mandatos sucessivos, de janeiro de 2003 a dezembro de 2010, reiterou Rubem.

Resumindo a composição da entrevista do presidente da CUT goiana, existem pontos vitais a serem feitos com o máximo de rapidez possível pelo “governo golpista”, a saber: a alteração da Constituição Federal através da controversa PEC 55, o que implicará na “transferência de bilhões de reais para o setor agiota brasileiro e internacional”; a não menos importante reforma da Previdência, mexendo diretamente nos direitos e ganhos adquiridos ao longo dos anos pelo povo comum.

Publicidade

Há mais uma outra reforma crucial para os políticos e empresários que estão no poder, que é da esfera trabalhista e, por fim, mas também não menos importante para Temer e sua trupe, é a determinação de quem realmente é o rico no Brasil, o que vai ser condicionado mediante a venda da plataforma do pré-sal e por algo diretamente relacionado a esta descoberta, que é a desvalorização máxima da empresa estatal Petrobrás.

Para Rubem, Lula é o único homem que pode acordar os trabalhadores e a sociedade em geral para a triste realidade de que o governo de Temer assalta e rouba os seus filhos e netos. O presidente da CUT não se preocupou em medir suas palavras de repúdio ao que vem acontecendo na nação, já que afirmou que Lula deve conduzir as grandes concentrações de apoiadores e simpatizantes às ruas para que só assim possa contrabalançar “o monopólio dessa mídia nojenta e suja”, que busca manipular a mente do povo. Vale frisar que as pessoas com inclinações de esquerda e ideias socialistas no país, não engolem a Rede Globo, considerada como a grande articuladora do impeachment de #Dilma Rousseff.

Publicidade

Lula é o líder supremo nas intenções de voto dos brasileiros

Lula é o líder nas intenções de voto em 1º e 2º turnos, conforme o resultado final da pesquisa CNT-MDA, que consultou 2.002 pessoas em nível nacional de 8 a 11 deste mês. Enfim, Lula ganharia de Ciro Gomes do Ceará, passaria fácil por #Michel Temer, o mesmo em relação a Marina Silva e nem o deputado nascido em Campinas, Jair Bolsonaro, seria páreo para o ex-presidente.

Rubem opina dizendo que Temer tem problemas sérios no seu governo, pois foi com ele que um advogado (Alexandre de Moraes) de uma facção criminosa conseguiu ser nomeado junto ao STF - Supremo Tribunal Federal; além, obviamente, do desmanche promovido por Michel nas instituições do “Estado” brasileiro, acarretando a perda dos direitos sociais mais básicos que os cidadãos possuíam.