#Jair Bolsonaro, deputado federal pelo Partido Social Cristão (PSC), em uma de suas viagens que vem fazendo pelo Brasil para as campanhas presidenciais de 2018, foi entrevistado nesta semana pelo programa “Tribuna Livre” em Campina Grande, cidade do Estado da Paraíba. Na entrevista, onde diversos temas foram tratados, o apresentador perguntou ao deputado se ele pode se comparar com o presidente dos Estados Unidos, #Donald Trump. “Olha, o que Donald Trump sofreu em sua campanha de oito meses, eu já venho sofrendo há muito tempo”, afirmou o deputado.

Em uma das comparações, ele cita que o presidente dos EUA era acusado de não gostar das mulheres e de ser racista, e que ele já vem sendo acusado dessas mesmas coisas.

Publicidade
Publicidade

Além disso, ele tocou na questão que Trump está cumprindo com tudo que prometeu em sua campanha presidencial e que torceu bastante para que vencesse as #Eleições nos Estados Unidos.

O deputado Jair Bolsonaro, que é pré-candidato à Presidência da República nas eleições que ocorrerão no Brasil em 2018, disse que caso ganhe, os Estados Unidos serão o primeiro parceiro comercial que irá procurar para o Brasil.

O republicano Donald Trump fez uma campanha muito polêmica e foi alvo de toda a mídia no mundo, que afirmava que ele não seria eleito. Surpreendendo as pesquisas, ele acabou ganhando da democrata Hillary Clinton nas eleições com a maioria dos delegados dos estados norte-americanos.

No decorrer da entrevista, Jair Bolsonaro falou que as questões dos imigrantes devem ser vista de outra maneira e comentou sobre muitas coisas pertinentes a seus projetos, caso venha ser presidente do Brasil.

Publicidade

O deputado se diz o único representa da direita conservadora do país e conta com quase quatro milhões de seguidores em sua pagina no Facebook.

Ultimamente, ele vem viajando por todo o país e tem tido recepções calorosas de multidões, que gritam “Mito, mito”, como é mostrado em vídeos gravados por ele e seus seguidores nas redes sociais.O deputado disse ainda na entrevista dada na Paraíba que não tem medo de uma possível disputa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.