A ex-primeira-dama #Marisa Letícia não aguentou e sofreu #Morte cerebral na noite desta quarta-feira (1), no Hospital Sírio-Libanês, onde estava internada, em São Paulo. Em uma postagem na sua página do Facebook, feita nesta quinta-feira (2), o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva disse que a família está agradecida por todas os gestos de carinho e amizade recebidas nesses últimos 10 dias e pela recuperação da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva. Informa também que a família autorizou o processo e preparativos para a doação dos órgãos.

A mulher do ex-presidente Lula estava internada desde o dia 24 de janeiro, depois de ter tido um AVC (Acidente Vascular Cerebral) estimulado pelo rompimento de um aneurisma.

Publicidade
Publicidade

Já na madrugada desta quinta-feira, o médico que estava cuidando de Marisa havia informado que o quadro dela era “irrecuperável”.

Durante todo a internação da mulher, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva não saiu do hospital.

Marisa Letícia foi assistida durante todo o tempo em que foi hospitalizada pelas equipes comandada pelos médicos Roberto Kalil Filho, Milberto Scaff, Marcos Stávale e José Guilherme Caldas.

Muitos comentários de apoio

"Força, meu eterno presidente! Eu sei bem como é essa dor incurável de perder alguém que tanto amamos. Muita luz e paz para você e sua família!", "Que Deus conforte o seu coração Lula e de todos os seus familiares.", "Meus sentimentos querido presidente!", comentaram algumas pessoas na postagem.

Perfil

Marisa Letícia Rocco Casa nasceu em 7 de abril de 1950, na cidade de São Bernardo do Campo, no Estado de São Paulo.

Publicidade

Em 1973, conheceu, no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Paulo, o seu marido, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Eles se casaram sete meses depois. O convívio de mais de 30 anos gerou três filhos: Fábio, Sandro e Luís Cláudio.

Ao unir-se com o ex-presidente, seu nome passou a ser Marisa Letícia Casa da Silva. Quando Lula adotou seu apelido no nome, Marisa mudou mais uma vez de nome, vindo a se chamar Marisa Letícia Lula da Silva.

Marisa Letícia Lula da Silva foi primeira-dama do Brasil entre 1° de janeiro de 2003 e 1° de janeiro de 2011, momento em que seu marido exercia o cargo de presidente da República.

Em 1980, quando Lula e diversos sindicalistas ficaram presos devido às greves, liderou a Passeata das Mulheres em protesto pela liberdade dos sindicalistas.