O PCdoB quer, a partir da próxima eleição presidencial, em 2018, começar a desvincular sua imagem da do Partido dos Trabalhadores. O Partido Comunista do Brasil é visto pejorativamente como um "puxadinho do PT", e pretende mudar essa ideia lançando candidato próprio nas eleições do próximo ano.

O partido deve anunciar em março desse ano o candidato oficial da sigla na disputa presidencial. Três nomes são bem cotados, e um deve ser escolhido para representar o partido. São eles:

Aldo Rebelo - O comunista ocupou posição de destaque nos ministérios durante a era PT à frente da presidência da República. Atualmente, não ocupa nenhum cargo público, mas já foi ministro de Defesa, do Esporte, da Ciência e Tecnologia e das Relações Institucionais.

Publicidade
Publicidade

Jandira Feghali - atualmente deputada federal, já ocupou a posição de líder da oposição na Câmara dos Deputados. O problema envolvendo seu nome é sua forte ligação com os ex-presidentes Lula e Dilma.

Flávio Dino - o governador do estado do Maranhão é bem quisto por muitos, e visto como um nome sem nenhuma ligação com o PT, diferente dos outros dois. Para se ter uma ideia, o PSDB faz parte da base aliada de Dino no governo maranhense. #Dentro da política