O Partido dos Trabalhadores (#PT) sempre coloca em seu site posts criticando o juiz federal Sérgio Moro, considerado por eles, o maior inimigo do partido, na atualidade. Os petistas não concordam com a forma do juiz analisar os casos e segundo eles, Moro é um dos grandes perseguidores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Mas um outro "nome" está sendo visto pelo partido como um grande temor para o futuro. A nomeação de Alexandre de Moraes para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), no lugar de Teori Zavascki, feita pelo presidente Michel Temer, não caiu bem dentro do partido.

Na primeira página do site isso tudo é mostrado bem declaradamente.

Publicidade
Publicidade

As grandes críticas feitas a Moro foram divididas, agora, com Alexandre de Moraes. O medo do PT é que o futuro ministro "engavete" os processos na Lava Jato apenas dos peemedebistas e exclua os petistas. Diante disso, apenas o PT iria responder pela Operação.

O partido acredita que Alexandre de Moraes nunca dará uma decisão a favor de Lula, Antonio Palocci, Guido Mantega e outros réus aliados do partido.

Ação contra o ministro

Se o Senado confirmar a indicação de Moraes para a Corte, deputados do PT e do PSOL disseram que ele será revisor dos processos da Lava Jato e isso será um absurdo. Nesta quinta-feira (09), Henrique Fontana e Paulo Teixeira, ambos do PT e Jean Wyllys, Chico Alencar, Glauber Braga, Luiza Erundina, Ivan Valente e Edmilson Rodrigues, do PSOL, ingressaram com ação contra a nomeação de Moraes.

Publicidade

Proteção

De acordo com os deputados, Temer e outros membros do governo serão protegidos contra a investida da Lava Jato. O presidente Temer já foi citado 43 vezes na delação do ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, lembra os parlamentares.

No documento protocolado na Procuradoria-Geral da República, os parlamentares pedem que sejam adotadas medidas para a não concretização da nomeação de Moraes. Os deputados ainda comentaram que o ministro já chegou a vazar informações sigilosas sobre uma nova fase da Operação Lava Jato, conduta não correta de um ministro da Justiça, de acordo com eles. #AlexandredeMoraes