Com nova medida proposta pelo governo de Michel #Temer, cerca de 80% dos atuais trabalhadores não podem se aposentar imediatamente. As novas regras pretendem obrigar o trabalhador brasileiro a completar 25 anos de contribuições para a Previdência ou então atingir os 65 anos de idade para ter direito ao benefício do Estado.

De acordo com o site Notícias ao Minuto, cerca de 60% das aposentadorias dadas pelo governo nos 12 meses de 2015 não tinham sequer chegado aos 20 anos de contribuições e 79% não atingiam os 25 anos.

Desde que Michel Temer chegou ao poder, depois de um longo processo de impeachment de Dilma Rousseff, uma das grandes prioridades do presidente da República, juntamente com sua equipe, é de conseguir controlar as contas do Estado e efetuar medidas e reformas profundas em determinados benefícios fiscais, incluindo a Bolsa Família e a idade de aposentadoria.

Se no primeiro caso o rigor de atribuições aumentou significativamente, representando um enorme alívio para as contas do Estado, a verdade é que só recentemente o governo apresentou uma proposta para mudar radicalmente o acesso à #aposentadoria, prejudicando milhões de trabalhadores brasileiros que poderiam atualmente já pedir o benefício, terminando dessa forma com o seu tempo de contribuições e trabalho.

Publicidade
Publicidade

Como garante o site Notícias ao Minuto, essas alterações profundas na lei deverão atingir, sobretudo, as pessoas mais pobres do país, visto que, como muitas vezes só tem acesso a trabalhos informais, não tiveram um período de contribuição tão longo como as pessoas com mais capacidades financeiras.

Nas redes sociais, muitos brasileiros, sobretudo aqueles que estão sendo diretamente atingidos com essa medida, garantem estar revoltados com a situação, questionando se Temer vai continuar fazendo aquilo que bem entender, sem que a população faça algo para não ser mais prejudicada pelos cortes que os apoios sociais têm sofrido nos últimos meses.

Até o momento era possível pedir a aposentadoria com 15 anos de contribuições e 60 anos de idade para mulheres, algo que vai mudar radicalmente com essa nova proposta para a lei.

Publicidade

#PrevidenciaSocial