A situação do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, está a cada dia mais complicada perante à Justiça, principalmente, no âmbito da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal. A Lava-Jato é vista como a maior operação de combate à #Corrupção atualmente deflagrada no país e conduzida em primeiro grau, a partir da Justiça Federal de Curitiba, no estado do Paraná. As investigações são comandadas na primeira instância pelo juiz federal Sérgio Fernando Moro, responsável pelos processos da Operação Lava-Jato. A força-tarefa investiga escândalos bilionários de desvios dos cofres públicos provenientes da maior estatal brasileira; a Petrobras.

Publicidade
Publicidade

Sinais de desespero

Em entrevista dada à imprensa, o ex-ministro da Casa Civil do governo #Lula, Gilberto Carvalho. O porta-voz mais fiel do ex-presidente da República, afirmou que será deflagrada uma verdadeira "guerra" se Lula foi condenado na Justiça em qualquer um dos processos em que ele é réu. Entretanto, Carvalho não demonstrou nenhum tipo de preocupação em tentar fazer a contestação das acusações contra o seu "Padrinho". O ex-ministro de Lula também não se preocupou nem mesmo se os "ativos" advogados conseguiriam, ao menos, "alinhavar" argumentos que sejam favoráveis aos ex-presidente. Carvalho ainda faz ainda uma espécie de "ameaça" à Justiça, principalmente à Lava-Jato, ao afirmar que em caso de condenação nos tribunais, haveria uma grande "mobilização" em defesa de Lula, que "eles vão pensar duas vezes antes de fazer bobagem".

Publicidade

disse.

Gilberto Carvalho aposta que a militância petista indo às ruas, faria com que magistrados ficassem intimidados. Entretanto, o PT tem consciência de que os processos contra Lula, se tratados tão somente no âmbito jurídico, a derrota de Lula é certa. O ex-ministro petista tenta fazer crer que o PR se tornou uma grande "vítima" da injustiça por parte das "elites". Ao dizer que o PT não foi responsável pelo "assalto" ao país, acarretando uma das piores crises da história, é apostar na tese de que os brasileiros são todos "idiotas". #Lava Jato