Faltando cerca de um ano e sete meses para as eleições presidenciais de 2018, Luiz Inácio #Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores, continua à frente dos concorrentes nas pesquisas de intenção de votos do primeiro e segundo turnos, e desponta como o grande favorito para ser eleito presidente da República no próximo ano.

Publicidade

O bom desempenho de Lula foi mostrado pela pesquisa de intenção de votos da CNT/MDA, divulgada nesta quarta-feira (15). Com 30,5% dos votos na pesquisa estimulada, em que o nome dos candidatos são apresentados, Lula lidera. Atrás dele aparecem Marina Silva (Rede), com 11,8%; e a surpresa, Jair Bolsonaro, com 11,3%.

Segundo turno

A #Pesquisa CNT/DMA simulou seis cenários para o segundo turno. Em três deles, Lula aparece. Em uma hipotética disputa com Aécio Neves (PSDB), o candidato petista venceria com 39,7% dos votos contra 27,5% do adversário.

Em uma disputa contra o atual presidente Michel Temer (PMDB), Lula alcançaria 42,9% diante de 19% do peemedebista. Se enfrentasse Marina Silva (Rede), o petista teria 38,9% dos votos contra 27,4% da ex-petista.

Na pesquisa Datafolha divulgada em dezembro do ano passado, Marina Silva levava vantagem sobre o adversário no segundo turno do pleito presidencial. A situação mudou completamente.

Lula

O Partido dos Trabalhadores ainda não lançou a candidatura oficial de Lula para a presidência da República, mas isso deve acontecer nos próximos meses. A previsão é de que em abril o ex-presidente tenha a sua candidatura lançada.

Lula é réu em cinco processos e caso seja condenado em segunda instância não poderá concorrer à Presidência no ano que vem. Apesar de tudo, impressiona a força do ex-presidente.

Mesmo diante de escândalos envolvendo o seu nome e de uma agenda negativa apresentada nas emissoras de TV e nos jornais, Lula segue firme e forte como um dos grandes favoritos a vencer a eleição de 2018.

A pesquisa CNT/MDA foi feita entre os dias 8 e 11 de fevereiro. Foram ouvidas 2.002 pessoas em 25 estados brasileiros. Outubro de 2018 promete e já está chegando. #Eleições 2018