Na noite de sexta-feira, a ex-presidente #Dilma Rousseff disse que “o #Golpe ainda não acabou”, fazendo referência ao impedimento da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva para as eleições presidenciais de 2018. Durante o segundo encontro nacional de mulheres pelo PT em Brasília, Dilma afirmou que: "O segundo golpe que esse país pode sofrer é que impeçam Lula de ser candidato".

Por Lula ter liderado as intenções de votos nas últimas pesquisas feitas para presidência da república de 2018, ela afirma que a única maneira dele não participar é se não houver eleições diretas ou se a justiça o impedir por conta da operação Lava Jato.

Publicidade
Publicidade

Ela ainda convocou as mulheres para se prepararem para um possível golpe, caso Lula seja impedido de ser candidato.

O ex-presidente Lula é réu em cinco inquéritos na Justiça, sendo que três são no âmbito da Lava Jato. Por conta disso, Dilma afirma que ele é visto como um inimigo e por ser visto assim, as pessoas querem destruí-lo. “Ele é considerado inimigo, então tem que ser destruído", declarou. Dilma foi aplaudida pela plateia constituída de prefeitas e vereadoras do PT que ganharam as eleições de 2016. Ela aproveitou para fazer duras criticas ao presidente Michel Temer (PMDB), por conta da aprovação da PEC que limita os gastos públicos que ficaram congelados por 20 anos, ela disse que é uma medida antidemocrática e também fez criticas à reforma previdenciária e trabalhista.

Dilma Rousseff discursou por 45 minutos e não perdeu tempo em para dizer que o processo de impeachment foi uma ação promovida por neoliberais que estavam ficando incomodados com as ações políticas e sociais que vinham sendo implantadas no Brasil.

Publicidade

Estava presente nesse encontro onde ela discursava Eleonora Menicucci, a líder do PT no Senado, Gleisi Hoffmann (PR), e as deputadas Maria do Rosário (RS) e Benedita da Silva (RJ). Dilma elogiou as mulheres que combateram o seu impeachment dizendo que tem muito orgulho delas e que a luta deve continuar por conta dos golpes que podem vir a acontecer.