Mais um escândalo abalou o atual, porém já caótico, cenário político do Brasil. A figura #Política da vez é o também jornalista Sérgio de Oliveira Cabral Santos Filho (27/01/1963).

Sérgio Cabral, nome como é mais comumente conhecido, tornou-se o 61º Governador do Estado do Rio de Janeiro em 1º de janeiro de 2007, sendo reeleito em outubro de 2010, no primeiro turno, pelo PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro).

O ex-governador do Rio de Janeiro, acabou sendo preso no dia 17 de novembro de 2016, pela Polícia Federal – RJ, junto com outras 7 pessoas na "Operação Lava Jato". As principais acusações contra ele vão de desvio de dinheiro à formação de quadrilha.

Publicidade
Publicidade

Sérgio Cabral x Operação Lava Jato

Desde o dia 17 de março de 2014, a Polícia Federal Brasileira, vem atuando de forma intensa e incessante, em todo o País, através da Operação Lava Jato, que engloba inúmeras investigações em curso a fim de cumprir mandados de conduções coercitivas, prisões preventivas e temporárias, busca e apreensão, desvio de dinheiro, entre outros, com a finalidade de apurar uma imensa rede de lavagem de dinheiro.

O ex- governador Sérgio Cabral, teve sua prisão preventiva decretada durante a 37ª fase da Operação Lava Jato, denominada de “Operação Calicute”, executada através de uma parceria inédita entre a Polícia Federal do Rio de Janeiro e a Polícia Federal de Curitiba.

As principais acusações feitas a ele dizem respeito a lavagem de dinheiro, corrupção, formação de quadrilha e evasão de divisas, além de milionárias cobranças de suborno, aproveitando-se dos seus contatos políticos nos diferentes setores do poder público.

Publicidade

Na última terça-feira (14), foi realizada mais uma etapa da Operação Lava Jato que, dessa vez, recebeu o nome de "Operação Eficiência". Como resultado dessa nova operação, o Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou Sérgio Cabral novamente à Justiça por mais 184 crimes, provenientes de lavagem de dinheiro.

Se for julgado e condenado por todos os crimes pelos quais está preso e vem sendo acusado, o ex-governador do estado do Rio de Janeiro poderá pegar uma sentença de até 50 anos de prisão.

#SérgioCabral #operaçãolavajato