O senador mineiro #Aécio Neves (PSDB) deu declarações polêmicas dias atrás, em uma entrevista ao site “Poder 360”. De acordo com Aécio, nem o esquerdista #Lula nem o direitista Jair Bolsonaro serão eleitos presidentes em 2018. O tucano ainda não sabe se será o candidato à presidente do partido nas eleições do ano que vem.

Lula e Bolsonaro

Aécio Neves não economizou nas palavras quando falou de dois dos nomes mais fortes para as eleições de 2018: Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Messias Bolsonaro.

“Lula não é competitivo”, afirmou o senador pelo estado de Minas Gerais. Para ele, o desempenho atual de Lula, que lidera as pesquisas, é esperado, mas em uma eleição de dois turnosm seria difícil o petista vencer.

Publicidade
Publicidade

“Não desejo mal ao presidente Lula, apenas que a justiça seja cumprida”, falou Aécio. O petista é réu em cinco processos, e caso seja condenado em segunda instância em algum deles, não poderá concorrer às eleições de 2018.

Segundo Aécio, Bolsonaro é fruto da crescente rejeição aos políticos e da crise de segurança pública que o Brasil enfrenta há alguns anos. Para o senador, o discurso do deputado federal agrada parte da população, que não aguenta mais a violência.

Avaliação presidencial

Aécio Neves chamou as pesquisas que avaliam o governo Michel Temer de “desimportantes”. “O presidente Temer assumiu não para ser popular, mas para fazer as reformas necessárias”, disse o senador, que afirmou ainda que o atual governo veio para “salvar os empregos, recuperá-los e permitir que os investimento voltem ao Brasil”, disse.

Publicidade

Segundo ele, as reformas que o Temer vêm fazendo vão tirar pontos nas pesquisas de opinião, mas vão trazer pontos nos índices de emprego dos brasileiros. Hoje, o desemprego atinge 12 milhões de brasileiros.

PSDB

Aécio Neves, José Serra, Geraldo Alckmin e agora João Dória. Destes quatro nomes deve sair o candidato tucano nas eleições presidenciais de 2018. Aécio concorreu em 2014, quando perdeu para a petista Dilma Roussef no segundo turno. Serra concorreu em 2002 e 2010 e perdeu para Lula e Dilma, respectivamente. Alckmin foi o presidenciável tucano em 2010 e não conseguiu vencer Lula.

João Dória já disse que foi eleito para ser prefeito da cidade de São Paulo e que não pretende abandonar essa missão.

#Jair Bolsonaro