O ex-ministro do ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva, Ciro Gomes (PDT), resolveu atacar de todas as formas o prefeito de São Paulo João Doria. O que causa estranheza é que os ataques começaram após Lula e Ciro demonstrarem um respeito de um pelo outro. Esses dias Lula convidou Ciro para o evento de transposição do Rio São Francisco juntamente com a ex-presidente Dilma Rousseff. O presidente Michel Temer que teve em seu governo a finalização das obras do rio, foi esquecido por eles ou talvez ignorado.

Ciro Gomes avisou também que não será candidato caso Lula seja. Essa 'amizade" entre eles tem feito nascer várias críticas do ex-ministro ao prefeito de São Paulo, João #Doria, que é declarado inimigo de Lula.

Publicidade
Publicidade

Ciro também insultou o juiz Sérgio Moro e chamou Temer de "golpista", coisas que o petista defende em seus atos.

Os "bombardeios de Ciro contra Doria estão aumentando com o passar dos dias. Ninguém sabe de onde surgiu esse ódio. Mas uma coisa dá pra perceber, o petista e o ex-governador do Ceará estão demonstrando muita simpatia um pelo outro.

Resposta de Doria

Nesta segunda (27), Doria respondeu às críticas feitas pelo ex-ministro. Doria ressaltou que o pedetista deveria se preocupar mais com seu estado, primeiro mental e depois do Ceará, o qual ele representa e não ficar falando coisas sem sentido.

Ciro chegou a dizer que na época do governo do Sarney, quando Doria presidiu a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), lançou uma campanha para atrair turistas no Brasil divulgando imagens de "bundas de mulheres brasileiras na praia", estimulando o turismo sexual.

Publicidade

Doria rebateu lembrando um episódio em que o ex-ministro disse sobre sua esposa Patrícia Pillar. O ex-governador do Ceara havia falado que Patrícia tinha apenas o importante papel de dormir com ele.

Críticas

João Doria percebeu que o pedetista está fazendo várias críticas para ele justamente agora, em tempos de pré-candidatura à Presidência, sendo que nunca havia feito nenhuma.

Ciro falou que Doria teve ajuda pública para construir sua fortuna e Doria rebateu: "Se tivesse tido algum problema, não seria depois de nove meses de intensa campanha que surgiria o fato". #CiroGomes