Os deputados federais utilizaram impressionantes R$ 3.987.966,95 milhões no espaço de um ano por meio da verba indenizatória, o famoso Cotão, com gastos em serviços postais. Os três deputados que mais gastaram nesse quesito são: Cristiane Brasil (PTB-RJ), Eros Biondini (Pros-MG) e Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Apenas os três parlamentares gastaram 8,41% do valor pago aos Correios.

Cristiane Brasil é a filha do ex-deputado Roberto Jefferson, o homem que denunciou e estourou o escândalo do Mensalão. A deputada, entre março de 2016 e de 2017, gastou nada mais, nada menos do que R$ 121.901,27. Entre os mesmos meses, só que de 2015 a 2016, os valores dela eram ainda maiores: acumulavam R$ 173.702,14.

Publicidade
Publicidade

Jair Bolsonaro, também entre os meses de março de 2016 e de 2017, enviou o impressionante número de 135.940 cartas no período. Os gastos do deputado com os serviços postais foram de R$ 97.874,14.

O líder em quantidade de cartas enviadas é o deputado Eros Biondini. Apenas seu gabinete enviou impressionantes 149.009 cartas no período, além de 233 correspondências registradas. #Dentro da política