Embora, sob orientação de seus assessores, Jair Bolsonaro tenha melhorado sua forma de abordar alguns temas, o deputado ainda dá algumas declarações que logo se tornam virais na internet, seja por sua relevância ou extremismo.

Na última quarta-feira, 8, o mundo comemorou o Dia Internacional da #Mulher. Mais do que um dia dedicado ao público feminino, a data foi criada para lembrar a luta de mulheres em uma época que eram tratadas, unicamente, como objetos reprodutores, sexuais e empregadas domésticas do próprio lar.

Nesse dia, teve quem dissesse palavras bonitas e decoradas na internet e teve também, quem gerasse polêmica ao dizer que toda mulher depende de um homem e atacasse feministas, como a jornalista do SBT, Rachel Sheherazade, que recebeu inúmeras críticas, de mulheres e homens.

Publicidade
Publicidade

Mas nesse cenário comemorativo - ou não, para alguns - Jair Bolsonaro gravou uma mensagem para as mulheres. Um vídeo de poucos segundos foi o suficiente para o deputado se tornar assunto nas redes sociais.

O deputado, primeiro parabenizou todas as mulheres, argumentando “porque eu defendo o porte de arma para todos” e enfatiza “inclusive, para vocês, mulheres”. O político prossegue e diz que tem que acabar com o “mi mi mi” do feminicídio (mulheres vítimas da violência doméstica que são mortas). Para o parlamentar, é preciso acabar com o feminicídio colocando uma arma na cintura, para que passe a ter homicídios. Por fim, finaliza seu recado, sorrindo e desejando felicidades.

O vídeo logo repercutiu nas redes sociais e foi republicado por vários perfis da internet. A gravação foi disponibilizada, originariamente, no perfil de um movimento chamado ‘Nas Ruas’, que surgiu para chamar pessoas para se manifestarem nas ruas com o “Fora Dilma” e “Fica Temer”, e que, segundo alguns noticiários, estariam prestes a retornar para as ruas, pedindo proteção para a Operação Lava Jato e um sutil, Fora Temer, embora essa segunda reivindicação, não possua um consenso, já que muitos possíveis manifestantes, possuem vinculo político com o PMDB.

Publicidade

E você, concorda que se combata a morte de mulheres com homicídios? Deixe sua opinião através de um comentário. #bolsonaro #Jair Bolsonaro