A Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal (PF), trouxe enormes prejuízos ao #Brasil. Vários países suspenderam a importação da carne brasileira e o governo está presenciando a perda de bilhões para a economia. O #Chile também resolveu suspender a compra da carne brasileira e a diplomacia nacional está tentando de todas as formas reverter essa decisão chilena, mas, não estão tendo resultados positivos. O assunto, inclusive, acabou virando piada no país vizinho.

Uma operadora de telefonia móvel chilena usou uma estratégia diferente para alcançar novos clientes. "Se a sua companhia cheira estranho, troque pela Won", diz o comercial divulgado nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade

Depois eles mostram uma imagem de uma bandeja com um pedaço de carne bem gostosa, embalada com moscas e ao lado a bandeira do Brasil. Essa empresa sempre faz propagandas buscando atrair novos clientes através do humor.

Reação brasileira

Para que o país andino volte a aceitar a carne brasileira, o ministro Carlos Furche Guajardo exigiu que o Brasil passe informações sobre quais frigoríficos investigados exportaram para o país e para o mundo. O Chile tem costume de aplicar medidas rigorosas sobre produtos de origem animal ou vegetal que chegam no país.

O governo Michel Temer não gostou muito da atitude do Ministério da Agricultura do Chile e decidiu ameaçar o país vizinho. O Brasil importa muitos produtos do Chile, como salmão, frutas e vinho e o governo resolveu dar um recado aos chilenos.

Publicidade

Caso eles suspendam definitivamente o produto brasileiro, o Brasil não irá mais ser "bonzinho" com o Chile e vai retaliar as importações desse país. Para o Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, recusar importações de empresas suspeitas tudo bem, porém, existem outros frigoríficos que estão em situação normal.

Parceiro comercial

O Brasil é o terceiro parceiro comercial do Chile mesmo as negociações entre eles estarem em queda há mais de seis anos. A carne brasileira sempre foi muito bem vista no Chile. Foi exportado, em 2015, 349 milhões de dólares em diversos tipos de carne ao país vizinho. #Temer