O prefeito de São Paulo, João Doria, responsável pela administração da maior cidade do país e uma das maiores de todo o mundo, vem se destacando a cada dia, no mundo político, como um provável "forte" candidato para alçar voos mais altos como, por exemplo, a presidência da República. Com o conturbado momento político e que as principais figuras do PSDB e de outros partidos, encontram-se envolvidas em processos de investigação no âmbito da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal, o nome de "João Doria", passa a se tornar cada vez mais presente nos bastidores da política nacional. O principal motivo, é a administração da capital paulista, que alcança, atualmente, grande apoio popular, devido à implementação de projetos considerados inovadores, como por exemplo, o programa "Cidade Linda", que combate as pichações na cidade e o programa "Corujão da Saúde", que conseguiu zerar as filas para exames e consultas em São Paulo.

Publicidade
Publicidade

Resposta às críticas de FHC

O ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, havia criticado abertamente a possibilidade de que o prefeito paulistano, concorre ao pleito presidencial de 2018. Em uma entrevista recente à imprensa, Fernando Henrique afirmou que "gestor não inspira nada, tem que ser líder", numa crítica indireta ao prefeito de São Paulo, que é considerado um gestor e não um político tradicional. #FHC concluiu ainda afirmando que o governador Geraldo Alckmin seria o candidato mais bem posicionado do partido para a disputa presidencial em 2018. O ex-presidente disse ainda que "pensar em Doria como candidato é algo prematuro, pois credibilidade não é igual a popularidade".

Após as palavras do ex-presidente da República, figura tradicional do PSDB, o prefeito João Doria rebateu as declarações de FHC, de modo contundente: "Respeito muito o ex-presidente, porém, ele previu que eu não seria eleito nas prévias para ser o candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, apoiou outro candidato. Após eu começar a campanha eleitoral, ele acreditava que eu não seria eleito. Venci as duas. Os dois primeiros prognósticos do Fernando Henrique, ele errou", afirmou Doria, ao participar de um evento na capital paulista.

Publicidade

#Eleições 2018 #João Dória