O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, tem causado espanto das próprias pessoas próximas a ele. De acordo com informações de um assistente da defesa do ex-deputado, Cunha tem demonstrado uma frieza impressionante. Nada o abala, em sua rotina no Complexo Médico-Penal, no Paraná.

Segundo o assistente, que sempre está junto com #Eduardo Cunha, acompanhando o andamento dos processos, o ex-deputado é impassível, não chora, não ri, nunca deu uma gargalhada, sempre está muito concentrado nos processos em que está envolvido. O jeito dele de agora é o mesmo de quando ele presidiu a sessão do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Publicidade
Publicidade

Para espanto de todos, nem mesmo uma má notícia que veio sobre a sua mulher, Claudia Cruz, não foi capaz de mexer com os sentimentos dele. Ele foi informado, em janeiro, que ela havia caído da bicicleta e tinha fraturado uma perna. O advogado mostrou as fotos do acidente. Cunha viu e apenas disse: "Ok, obrigado". Depois sem fazer nenhuma pergunta do acidente, deu sequência às conversas sobre os processos com sua defesa.

O ex-presidente da Câmara também recebe visitas de sua filha advogada. Ela tem a prerrogativa de solicitar as visitas a hora que preferir.

O político

Cunha segue agindo como um político bem ligado a tudo a sua volta. Ele se considera um injustiçado por estar preso e verdadeiro "troféu" nas mãos do juiz federal Sérgio Moro.

O ex-deputado comemora qualquer pequena vitória que tenha e tenta se utilizar de todos os recursos possíveis para provar a sua inocência.

Publicidade

Esses dias ele ficou satisfeito ao saber que Moro proporcionou mais dois dias para ele preparar sua defesa.

Terno

No presídio, o peemedebista passa o dia usando calça jeans ou bermudas, camisetas e agasalhos de moleton. Mas quando foi dar seu depoimento ao juiz Sérgio Moro, ele se preparou: vestiu um terno adornado com abotoaduras.

No seu depoimento ao juiz alegou ter um problema de aneurisma cerebral, o mesmo que tirou a vida da esposa de Lula, dona Marisa Letícia. Os seus advogados ficaram sabendo disso, no dia do seu depoimento. #Prisão