A candidatura de Jair Bolsonaro vai se consolidando em todo o Brasil. Em levantamento divulgado pelo Instituto Ranking Comunicação e #pesquisa, o candidato à Presidência da República aparece na segunda posição na pesquisa estimulada e divide a primeira colocação, tecnicamente, na espontânea, no estado do Mato Grosso do Sul.

Pesquisa estimulada

#Jair Bolsonaro é o segundo colocado, com 13,70% de intenção de votos. Com a margem de erro, o candidato varia entre 11,2% e 16,2%. O petista Luiz Inácio Lula da Silva lidera o cenário, com 19,56%. Pela margem de erro, o ex-presidente tem entre 17,06% e 22,06%.

O terceiro colocado na pesquisa estimulada é o atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, nome forte para concorrer à Presidência pelo PSDB, que soma 11,70%.

Publicidade
Publicidade

Marina Silva (Rede) é a quarta colocada, com 9,46%.

Ciro Gomes (PDT), com 5,33%, Michel Temer (PMDB), com 4,53, e Ronaldo Caiado (DEM), com 3,23%, também são apresentados como possíveis nomes que concorrerão em 2018.

Pesquisa espontânea

Ao contrário da pesquisa estimulada, em que os nomes dos candidatos são apresentados, na espontânea os próprios entrevistados é quem dizem em quem vai votar. Jair Bolsonaro aparece em melhor situação.

O candidato foi citado por 12,16% dos entrevistados. À frente dele está Lula, com 14,10%. Pela margem de erro de 2,5%, os dois nomes estão tecnicamente empatados na primeira posição. Aécio Neves é o tucano mais bem colocado, com 9,16%, contra 5,73% de Alckmin.

Marina Silva teve 7,03% das menções. Ciro Gomes aparece com 4,50%. A surpresa é o nome da ex-presidente Dilma Roussef, com 3,73%, à frente do prefeito de São Paulo, João Dória, que foi citado por 2,76% dos entrevistados.

Publicidade

José Serra (PSDB), 2,22%, e Michel Temer, 1,33%, também foram lembrados.

Pesquisa

O Instituto Ranking Comunicação e Pesquisa realizou levantamento a pedido do Diário de Mídia. Foram realizadas três mil entrevistas, em 17 municípios sul-mato-grossenses, entre os dias 1 e 10 de março. Foram ouvidos pessoas com 16 anos ou mais. #Eleições 2018