Não era novidade para quase ninguém que o deputado federal e pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro deixaria o Partido Social Cristão (#PSC) e migraria para outra legenda para concorrer ao cargo de mandatário máximo da nação no ano que vem. O acordo parece estar fechado. Bolsonaro não se pronunciou sobre o assunto.

Segundo o jornalista Claudio Tognolli, do site Yahoo Brasil, o parlamentar teria acertado sua saída do PSC e, na última quarta-feira (22), teria aceitado o Partido da República (PR). Os rumores de que Bolsonaro iria para o PR já eram antigos.

De acordo com Tognolli, Bolsonaro negociou a ida para a nova legenda com o ex-deputado Valdemar Costa Neto, de São Paulo, um dos condenados no processo do Mensalão e que tem grande influência dentro do PR.

Publicidade
Publicidade

Com a mudança de Jair, seus filhos Eduardo, deputado federal por São Paulo, Flavio, deputado federal pelo Rio de Janeiro, e Carlos, vereador no Rio de Janeiro, devem seguir o destino do pai.

Legendas

A Câmara Federal é composta por deputados federais de 26 partidos. A maior bancada individual é do PMDB, com 64 nomes. À frente do partido do presidente Michel Temer há o bloco composto por políticos de PP, PTN, PHS e PTdoB, com 71 parlamentares.

O PR, futuro destino de Bolsonaro, conta com 39 parlamentares na Câmara e tem uma das maiores bancadas, ficando atrás apenas do bloco dos partidos pequenos, PMDB, PT e PSDB. O número é quase quatro vezes maior que o do PSC, que tem 10 deputados.

Olhando por este ponto de vista, a escolha de #Jair Bolsonaro é acertada para quem quer concorrer à Presidência nas próximas eleições.

Publicidade

Em um partido maior, ele terá mais tempo de TV e rádio para expor suas ideias durante a exibição do horário político.

Quanto mais minutos na TV e no rádio, melhor a chance de o candidato alavancar na disputa. Por isso, muitos partidos procuram outras legendas em época de eleição. O interesse maior está nos minutos a mais na campanha eleitoral gratuita.

Eleições 2018

Além de Jair Bolsonaro, outros pré-candidatos confirmados são Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT). O PSDB ainda não definiu o candidato. João Dória, que assumiu a Prefeitura de São Paulo recentemente, é cotado para ser o nome tucano no pleito. #Eleições 2018