O deputado federal, #Jean Wyllys (PSOL-RJ), comunicou aos seus eleitores e seguidores das redes sociais, que tem sido ameaçado de morte e que por isso, passou a ser escoltado por seguranças na Câmara dos Deputados, em Brasília.

As ameaças, que têm se tornado constantes, são recebidas pelo político através de e-mails e telefonemas anônimos. Através de uma investigação, é possível chegar até o telefone de onde a ligação se originou, bem como ao computador ou dispositivo móvel de onde os e-mails têm sido enviados ao político.

O parlamentar revelou que quando seus irmãos e sua mãe são ameaçados, citam os dados pessoais e endereço deles, para amedrontá-lo.

Publicidade
Publicidade

As ameaças também falam da rotina diária de seus familiares, para mostrar que sabem onde cada um dos parentes do deputado podem ser encontrados. Não se sabe se as ameaças são originárias de militantes contrários ao deputado ou de um grupo aleatório.

A revelação foi feita pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, nessa terça-feira, 14. O deputado, por enquanto, não conferiu nenhuma declaração adicional sobre o #Crime do qual tem sido vítima. A coluna de Mônica salienta que o deputado já fez uma dezena de denúncias pelo mesmo motivo. Dentro da Câmara, agentes da polícia legislativa têm feito a segurança do parlamentar.

Crime de #Ameaça

Segundo a lei penal em vigor, o crime de ameaça é doloso e pode ser punido com pena restritiva de liberdade ou multa, entretanto, se a ameaça for grave e/ou resultar em algum problema para a vítima, essa pena pode ser pior.

Publicidade

Esse tipo de crime é subsidiário, pois dá ênfase para a prática de outro crime, como, por exemplo, o constrangimento ilegal, não prejudicando a sentença do primeiro crime, mas cumulando as penas. Por fim, esse crime é processado através de uma ação penal pública, condicionada a representação da vítima, ou seja, é o Ministério Público que prossegue com toda a ação, após a vítima representar contra a parte criminosa.

Qual a sua opinião sobre esse caso? Deixe um comentário com a sua opinião.