Um dos maiores objetivos do governo do presidente Michel Temer é a aprovação da Reforma da Previdência, em 2017. De acordo com o #Governo, essa Reforma é essencial para colocar em dia as contas públicas. Mas o peemedebista vem tendo sérias dificuldades em convencer os parlamentares e o povo, já que essa é uma medida impopular. Um dos requisitos contidos nessa Reforma é o estabelecimento de uma idade mínima para se aposentar, de 65 anos para ambos os sexos e um tempo de contribuição mínimo de 49 anos, caso a pessoa opte pela aposentadoria integral.

Para evitar que os parlamentares sejam levados pelo povo a não aprovarem a Reforma, o PMDB decidiu defender a proposta nas redes sociais e explicar que sem ela os programas sociais terão sérios problemas para continuarem a existir.

Publicidade
Publicidade

Isso tudo devido a vários fatores que deixaram as contas públicas no vermelho. A corrupção no governo petista é um desses motivos.

Ameaça

Em uma página oficial do Facebook, o PMDB passou um recado bem claro para todos: "Se a Reforma da Previdência não for aprovada, podemos dar tchau ao Bolsa Família". Para mostrar mais veracidade nas afirmações, o logo do PMDB foi o seguinte: "Tchau Bolsa Família", "Adeus Fies", "Sem Novas Estradas" e "Acabam Programas Sociais".

Todos esses dizeres são uma chamada para amedrontar as pessoas caso a Reforma seja ignorada pelos deputados. A criação dessa polêmica veio de Lula Marques, o novo marqueteiro do PMDB. Marques é um grande estrategista de marketing. Foi ele quem criou o slogan da campanha do prefeito de São Paulo João Doria: "João Trabalhador".

Informações para o povo

Abaixo das ameaças vem os dizeres explicando para o povo o motivo da preocupação de #Temer.

Publicidade

Sem dinheiro, o Brasil estará sujeito a não ter saneamento básico, não terá melhorias em estradas e portos e serão feitos cortes nos programas sociais. Esse seria o cenário do futuro do país, sem a Reforma da Previdência.

O governo federal disse que não iria se manifestar sobre a publicação feita nas redes sociais. #Bolsa Familia