O trágico acidente aéreo que vitimou fatalmente o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, no início de 2017, continua a levantar polêmica em torno das investigações de corrupção, principalmente, em se tratando da maior operação de combate à corrupção de que se tem notícia na história brasileira; a Operação Lava-Jato, da Polícia Federal. A força-tarefa de todo o processo de investigação, é comandada em primeira instância pelo juiz Sérgio Moro, a partir da décima terceira Vara Criminal da Justiça Federal de Curitiba, no estado do Paraná.

Já em relação às investigações de políticos e autoridades públicas com prerrogativas de foro privilegiado, as apurações se concentram sob o "manto" da mais alta Corte do país, o Supremo.

Publicidade
Publicidade

A relatoria da Lava-Jato em relação a esses processos se encontra nas mãos do ministro Luiz Edson Fachin. Em meio à grande expectativa de que o ministro relator da Lava-Jato possa em breve, abrir o sigilo das delações premiadas de integrantes da empreiteira #Odebrecht, um aviso foi dirigido a ele pelo filho do ministro falecido Teori Zavascki, Francisco Zavascki.

Aviso ao relator

Francisco Zavascki se encontrou recentemente com Luiz Edson Fachin. O filho do ministro morto em uma trágico acidente aéreo, ainda sem conclusão de suas causas, de acordo com as investigações, fez uma ressalva e deixou um conselho ao substituto de seu pai na relatoria dos casos da Operação Lava-Jato. Francisco Zavascki foi enfático e afirmou que "pediu a Fachin que ele se proteja, física e espiritualmente, pois, sei o quanto meu pai sofreu, sou testemunha de todo esse processo", desabafou o filho de Teori.

Publicidade

Além disso, Francisco Zavascki ressaltou as qualidades do substituto de seu pai a frente das investigações da Lava-Jato. Segundo Francisco, "Fachin é um grande juiz e ele (Francisco) está tranquilo quanto a isso, sem estar preocupado com o desfecho da operação de investigação no Supremo Tribunal Federal". Ao comentar a posse do ministro Alexandre de Moraes, que substitui seu pai na Corte, Francisco Zavascki disse que "irá torcer para que a escolha tenha sido acertada", ressaltou. #STF #Lava Jato