O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, autorizou que a Polícia Federal interrogue o ex-presidente José Sarney e os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá no âmbito de um dos inquéritos da Lava Jato. O ex-diretor da Transpetro, Sérgio Machado, aquele mesmo que foi gravado em conversa com Jucá falando em tirar a Dilma e estancar a sangria, também será interrogado.

O despacho foi assinado por Fachin na segunda-feira (20), mas só foi divulgado nesta quinta-feira (23). Ainda não há data nem prazo para que ocorra os interrogatórios. Também não foi informado se serão feitos de maneira individual ou em grupo.

Publicidade
Publicidade

Além da autorização para interrogar os políticos, o ministro do Supremo também determinou que seja recolhido todos os registros de passagens aéreas no nome de Sérgio Machado no período de 1º de dezembro de 2015 a 20 de maio de 2016.

Edson Fachin havia autorizado abertura de inquérito contra Calheiros, Jucá, Sarney e Machado no último dia 9 de fevereiro por entender que houve "embaraço" com relação a tentativa de "barrar" as investigações da Lava Jato. #Dentro da política