Um blogueiro influente no meio político e ligado principalmente a partidos de pauta esquerdista, como por exemplo, o PT, foi levado coercitivamente pela #Polícia Federal, em operação realizada nesta terça-feira (21). Trata-se de Eduardo Guimarães, editor do chamado "Blog da Cidadania", geralmente, crítico às ações desempenhadas pelo juiz Sérgio Moro e crítico, muitas vezes, à Operação Lava-Jato, da Polícia Federal. O blogueiro Eduardo Guimarães também é bastante crítico ao governo do presidente Michel Temer.

Suposta 'ameaça' a Sérgio Moro

O advogado de Eduardo Guimarães, Fernando Hideo Lacerda, confirmou que seu cliente foi levado de modo coercitivo para depoimento pela Polícia Federal.

Publicidade
Publicidade

No mês de fevereiro, o blogueiro já havia sido intimado por suposta ameaça dirigida ao juiz Sérgio Moro, através da rede social do Twitter. A postagem atribuída ao blogueiro, dizia que o juiz Sérgio Moro era "psicopata". As palavras agressivas do blogueiro alcançaram enorme repercussão e polêmica nas redes sociais e as palavras tomaram chegaram a um patamar ainda mais grave, quando o blogueiro se referiu a Moro na internet, dizendo que "os delírios do juiz, vão custar seu emprego, sua vida", disse o blogueiro elevando o tom de ameaça. Durante o ano de 2016, Guimarães havia criticado duramente o juiz Sérgio Moro, em alusão à condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em razão de depoimento prestado à Lava-Jato.

Sérgio Moro determinou a condução coercitiva de Eduardo Guimarães nesta terça-feira (21).

Publicidade

Moro determinou ainda que fossem "apreendidos quaisquer documentos, mídias, HDs, arquivos eletrônicos, além de aparelhos celulares utilizados pelos investigados na operação e provas que venham a caracterizar a obstrução à investigação policial", ressaltou na decisão o juiz federal, responsável pela Lava-Jato. Segundo a página de internet que é editada pelo blogueiro Eduardo Guimarães, o defendeu afirmando que "o intimado tem 57 anos e, durante quase seis décadas de vida, ele jamais fora acusado de qualquer tipo de ilegalidade, nem perante à Justiça, tampouco, em relação à polícia", afirmou a publicação do blog. #SérgioMoro #Lava Jato