Em meio às disputas de bastidores para angariar apoio e aprovar a votação da chamada reforma da Previdência, o presidente Michel #Temer (PMDB) deu uma entrevista ao jornal espanhol El País, publicada neste sábado, dia 22.

Publicada pouco antes da visita do primeiro-ministro da #Espanha ao Brasil, a entrevista contou com declarações otimistas de Temer, que demonstrou o desejo de cooperar com o primeiro-ministro Mariano Rajoy, que chega à Brasília nesta segunda-feira, dia 24.

“A confiança na #Economia voltou", disse o presidente brasileiro. "Queremos que a Espanha se una ao Brasil nesse momento de recuperação e aproveite as muitas oportunidades que se apresentam”, completou o peemedebista.

Publicidade
Publicidade

Em meio à crise política que envolve importantes nomes de seu governo e da acentuada queda de sua popularidade, Temer tentou transmitir ao jornal uma mensagem de otimismo sobre as condições econômicas do Brasil.

Além do primeiro-ministro, Temer e sua equipe também devem se reunir com empresários espanhóis em busca de acordos comerciais envolvendo os dois países. Segundo informações do Planalto divulgadas pela Agência Brasil, as relações comerciais entre Brasil e Espanha ultrapassaram a casa dos 5 bilhões de dólares no ano passado.

Temer classifica escândalo de corrupção como "triste" e elogia atuação de Sério Moro

Em outra entrevista a um veículo espanhol, desta vez ao canal televisivo TVE, Temer falou sobre as investigações de corrupção que recaem sobre mais de 60 parlamentares brasileiros.

Publicidade

Em suas declarações, Temer classificou o fato como "triste". Ele também abordou a atuação do juiz Sérgio Moro, responsável pela condução da chamada Operação Lava Jato, que investiga casos de caixa dois e corrupção na política brasileira. "Ele [Moro] cumpre seu papel adequadamente", disse o presidente, entre outros elogios à atuação do juiz paranaense.