O ex-integrante do Casseta & Planeta, da TV Globo, Marcelo Madureira foi hostilizado e agredido por #manifestantes durante protestos contra as reformas da Previdência e trabalhista, na tarde desta sexta-feira (28), no Rio de Janeiro. O ator e comediante tentava fazer uma gravação para seu canal no YouTube, o Madureira, em frente à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), na Cinelândia, quando foi expulso aos gritos de “vaza, golpista”, “fascista”, “canalha”, “verme”, "desgraçado".

Marcelo Madureira chegou a ser empurrado, quando foi protegido por cinegrafistas. O comediante tentou sair do local, mas foi perseguido e continuou sendo hostilizado por manifestantes.

Publicidade
Publicidade

Circulam fotos e vídeos nas redes sociais do momento em que o #humorista foi cercado e agredido. Veja um vídeo:

Em um vídeo publicado no YouTube na quinta-feira (27) pela Jovem Pan Notícias, às vésperas da greve geral convocada pelas centrais sindicais, Marcelo Madureira, que também é apresentador e comentarista do programa 3 em 1, da Jovem Pan, criticou os grevistas e chamou os sindicatos de criminosos e dirigidos por vagabundos. Assista ao vídeo:

Nas redes sociais, o caso teve uma grande repercussão. Muitos acharam que o apresentador provocou.

O ex-Casseta & Planeta fez um breve comentário em seu Twitter, prometendo falar sobre o ocorrido em seu canal no YouTube.

Publicidade

O humorista ainda debochou e achou graça do ocorrido. Ele disse que foi cobrir o que chamou de CarnaCut (Carnaval da CUT fora de época).

A Jovem Pan, em nota, repudiou veementemente a ação das pessoas que agrediram o apresentador no protesto desta sexta-feira no Rio de Janeiro e se diz a favor da liberdade de expressão da população.

Humorista destila ódio contra o PT e esquerda

Marcelo Madureira, 58 anos, destila ódio contra o Partido dos trabalhadores (PT) e a militância petista em suas redes sociais e manifestações da direita. Seus alvos principais são os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Nas manifestações realizadas no dia 26 de março a favor da Operação Lava Jato, na Avenida Paulista, em São Paulo, ele vociferou contra os petistas. Seu vagabundo, Lula da Silva, nós não temos medo! Sua ladrona, sua vagabunda, mentirosa, Dilma Rousseff, nós não temos medo!, afirmou o ex-Casseta.

Publicidade

Em 2010, no programa Manhattan Connection, exibido pelo canal pago GNT, ele xingou o presidente Lula de “picareta” e comparou a ex-presidente a um travesti do ditador da Coreia do Norte, King Jong-un. #marcelomadureira