O clima político e os ânimos parecem estar se acirrando com vistas às próximas eleições presidenciais de 2018 no Brasil. O ex-ministro e ex-governador do estado do Ceará, Ciro Gomes, participou de um evento em que foi palestrante na última quinta-feira (20), na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, localizada no Largo São Francisco, na região central da capital paulista. Ciro Gomes, pré-candidato à presidência da República, lançou um projeto denominado "Brasil Nação", que segundo ele, é uma cartilha de especialistas da esquerda brasileira, em contraponto ao programa de reformas do presidente da República, Michel Temer. Durante a palestra, o ex-ministro do governo Lula, demonstrou grande "destempero", em relação à próxima disputa eleitoral que se avizinha para o próximo ano.

Publicidade
Publicidade

Xingamento e homofobia

O pré-candidato a presidente, pelo PDT do Ceará, alternou momentos de irritação, principalmente, por meio de perguntas dirigidas por estudantes da Universidade de São Paulo. Um dos principais alvos de críticas do político cearense, foi o prefeito de São Paulo, João Doria. O prefeito paulistano é considerado nos bastidores da política nacional, como um nome extremamente "forte" para a próxima disputa presidencial. Diante do envolvimento de políticos tradicionais do PSDB em processos ou citações no âmbito da Operação Lava-Jato, como por exemplo, os presidenciáveis: senadores José Serra (PSDB-SP), Aécio Neves (PSDB-MG) e o atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o prefeito Doria passa a se tornar a cada dia um "potencial" candidato com base na renovação do PSDB.

Publicidade

Além disso, João Doria, atravessa um momento de grande popularidade, devido a projetos audaciosos e reconhecidos por parcela expressiva da população paulistana. como por exemplo, os programas da prefeitura "Corujão da Saúde" e "Cidade Linda".

Já Ciro Gomes demonstrou enorme irritação ao ser confrontado por um estudante, durante a palestra, que afirmou que "Ciro seria derrotado por Doria nas eleições presidenciais de 2018". Ciro acabou se "descontrolando" e começou a proferir xingamentos dirigidos a João Doria. Segundo relatos do estudante, Ciro afirmou que não teme a disputa eleitoral e que "pega um viado cheio de areia no c... que nem o João Doria e enche de porrada", xingou irritado o político do PDT. Após esse xingamento, os estudantes apresentaram uma nota de repúdio, classificando os temos utilizados por Ciro, como homofóbicos. Ciro Gomes se defendeu em nota, negando que tivesse proferido tais palavras, o que atribuiu à "invencionice de redes sociais", ressaltou. #Eleições 2018 #João Dória #CiroGomes