O ex-presidente da Câmara dos Deputados, #Eduardo Cunha, foi condenado a 15 anos e 4 meses de prisão pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato. Após a condenação, Cunha decidiu dispensar seus advogados e reconhecer que errou.

A ação do ex-deputado foi uma surpresa dentro do cenário político. Cunha reconheceu os erros cometidos e em carta aberta ressaltou que várias de suas atitudes ultrapassaram os limites do respeito. O ex-deputado também disse que aprendeu muito nesses dias. Ele admitiu que o esquema de corrupção, geralmente "disfarçado" por trusts no exterior, está totalmente errado e nunca dever ser feito.

Publicidade
Publicidade

Equipe de comunicação

De acordo com vazamentos, Cunha procurou a mesma equipe de comunicação que cuidou do caso do ator global #José Mayer, acusado de assédio sexual por uma figurinista da Rede Globo. O ator chegou a ser afastado de novelas futuras por tempo indeterminado.

Especialistas estão desconfiados de Cunha. Eles acreditam que o ex-presidente da Câmara apenas editou a carta de José Mayer para que fosse adequada aos seus interesses.

Em Brasília, outros políticos citados na Operação Lava Jato chegaram a divulgar a campanha: "Mexeu com Um, Mexeu com Todos" que está sendo veiculada contra assédio sexual. O senador Romero Jucá, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes e Moreira Franco divulgaram o lema nas redes sociais, vestindo as camisetas da iniciativa.

Carta de José Mayer

Na terça-feira (04), o ator José Mayer divulgou uma carta com pedidos de desculpas pela sua "grosseria".

Publicidade

Mayer afirmou ter errado e nesse momento só tem a pedir desculpas pelos atos.

De acordo com ele, nunca houve intenção de ofender ou agredir a figurinista, mas apenas se utilizou de brincadeiras com cunho machismo. "Tenho amigas, mulher e filha e sei que devo tratar as mulheres com o máximo de respeito", disse ele.

Segundo o ator, depois de tudo isso, ele se tornou uma outra pessoa, uma pessoa do bem.

Eduardo Cunha pode ter se utilizado desse artifício para tentar mostrar uma "nova cara" para a sociedade. Resta aguardar se Cunha falou com o coração ou com outras intenções.