Mais uma #pesquisa coloca o ex-presidente e pré-candidato Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), à frente dos demais concorrentes na corrida presidencial do ano que vem.

O levantamento feito pelo Instituto Vox Populi, a pedido da Central Única dos Trabalhadores (CUT), ouviu duas mil pessoas em 118 municípios. A margem de erro é de 2,2% para mais ou para menos. O grau de confiança do levantamento é de 95%.

Primeiro turno

Nos três cenários pesquisados, em que os adversários tucanos são Aécio Neves, Geraldo Alckmin e João Doria, Lula seria eleito no primeiro turno em todos eles, de acordo o levantamento divulgado nesta terça-feira (18).

Publicidade
Publicidade

Contra Aécio Neves, #Lula aparece com 44% dos votos, enquanto o tucano tem apenas 9%. A segunda posição é de Jair Bolsonaro (PSC), que soma 11%. Marina Silva (Rede) também aparece à frente de Aécio, com 10%. Ciro Gomes (PDT) tem apenas 4%. Levando em consideração apenas os votos válidos, o petista teria 56,41% contra 43,59% dos adversários.

No segundo cenário, o tucano na disputa é Geraldo Alckmin. O governador do estado de São Paulo está mal cotado e teria apenas 6% dos votos. Bolsonaro segue na segunda posição, com 12%. Marina Silva vem logo atrás, com 11%. Ciro Gomes teria 4%. Lula lidera tranquilamente com os 45%.

Considerando apenas os votos válidos, o ex-presidente teria 57,69% dos votos válidos e seria eleito no primeiro turno.

No terceiro cenário, o candidato do PSDB é João Doria, atual prefeito da cidade de São Paulo.

Publicidade

Lula continua bem à frente dos demais, com 45%. Marina Silva e Jair Bolsonaro têm 11%, cada um. Doria e Ciro Gomes somam apenas 5%, cada. Com 58% dos votos válidos, Lula seria eleito no primeiro turno.

Segundo turno

Apesar de os três cenários apontarem vitória no primeiro turno, a pesquisa também simulou o segundo turno. Lula venceria Aécio Neves por 50% a 17%. Contra Alckmin, a vitória seria de 51% a 17%. Contra João Doria a vitória seria ainda maior: 53% a 16%.

No cenário mais disputado do segundo turno, Lula venceria também com facilidade a ex-petista Marina Silva por 49% a 19%. Estes cenários levam em consideração todos os votos, portanto na disputa entre Lula e Aécio, por exemplo, são 67% de votos em um dos candidatos e 33% de pessoas que votariam em branco/nulo ou que têm dúvidas em quem votar. Isso significa que, por mais que possa parecer fácil a situação de Lula, a realidade não é favorável assim. Afinal de contas, tanto no primeiro quanto no segundo turno, quem ainda não tem candidato pode votar em um adversário de Lula. #Eleições 2018