Como já é sabido, o racha interno no PMDB vai ficando escancarado cada vez mais. Dessa vez, Renan Calheiros (PMDB-AL), líder do partido no Senado, soltou o verbo contra Michel Temer no plenário da Casa Legislativa em discurso.

Em um jantar realizado com aliados, Renan teria dito que Temer estava sem ter para onde ir. Nesta quarta-feira (5), ele pediu a palavra e disse que ia se retificar do que teria dito aos aliados, porém, o que fez foi completamente diferente.

Ao se explicar, ele disse que conviveu muito com Temer e Dilma no passar dos anos em que a petista era presidente. Segundo ele, por sua percepção, Dilma sempre transpareceu estar perdida e não sabia para onde ir.

Publicidade
Publicidade

Em sua opinião, Michel Temer, com sua política econômica e as reformas propostas, parece também não ter para onde ir.

Renan já é tão visto como opositor a Temer que Humberto Costa (PT-PE), líder da minoria no Senado brincou ao dizer que ia entregar seu posto ao peemedebista. Lindbergh Farias (PT-RJ) acompanhou a fala de Calheiros aos gritos de "Muito bem!".

Renan é, atualmente, a oposição mais afrontosa que Michel Temer tem que lidar. O senador, inclusive, já está articulando para afastar sua imagem de Temer e aproximar de Lula. #Dentro da política