O #deputado federal #Tiririca (PR-SP) se envolveu em uma confusão em Brasília, na lanchonete da Câmara dos Deputados. O deputado ficou muito irritado quando um dos funcionários da lanchonete começou a questionar e cobrar Tiririca sobre sua atuação como deputado federal no Legislativo.

O palhaço Tiririca aumentou o tom de sua voz e começou a discursar perto de todos os outros que estavam presentes no local. Ele disse que é o mais presente entre os 513 deputados e se caracterizou como "um palhaço que vota" e que conversa com todos os tipos de pessoas. Também avaliou que ele seria o grande exemplo para todos e que representaria a voz do povo brasileiro dentro daquela Casa.

Publicidade
Publicidade

Ao se referir ao funcionário, muito irritado, Tiririca disse que nem sabia quem era aquele rapaz que estava o criticando.

Veja na íntegra as falas do deputado: Fala para os que estão fazendo merda aí. Eu sou exemplo, exemplo. Sou a voz do povo aqui dentro, a voz do povo." Respondendo o funcionário, Tiririca ainda lembrou todos os presentes na lanchonete que ele seria o deputado mais bem votado e tentou mostrar que está agindo em prol da população brasileira.

Depois de discursar, Tiririca se retirou do lugar e algumas pessoas começaram a falar que ele seria um "lobista".

Veja o vídeo do momento em que o deputado perdeu a compostura e elevou o tom com o funcionário.

Gilmar Mendes critica eleições para deputado

No mês de março, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, criticou a forma como são realizadas as eleições para eleger deputados.

Publicidade

Mendes quer que mude as eleições e ele deu o exemplo: "Vota-se em Tiririca e elege-se Valdemar da Costa Neto e Protógenes". O ministro argumentou que há candidatos que se elegem com votos de terceiros e depois mudam de coligação.

Enfatizando querer mudança para a votação, Mendes cita que as eleições de deputados federais seriam as mais contraditórias, pois o candidato consegue se eleger com votos do partido, além da votação individual de cada um.

Nas eleições de 2010, o deputado Tiririca conseguiu o posto marcando cerca de 1,35 milhões de votos, tornando-se o mais votado. Em segundo lugar, ficou Anthony Garotinho (PR-RJ), que recentemente chegou a ser preso pela Polícia Federal, no âmbito de investigações da Operação Lava Jato. Garotinho pagou uma fiança R$ 88 mil, e agora está fora da cadeia. A repercussão negativa das investigações prejudicou Garotinho #lavajato